Certificado de Registro Cadastral: o que é e como tirar?

Sumário

O Certificado de Registro Cadastral é muito importante para todos aqueles que desejam participar de licitações públicas, principalmente na forma eletrônica. Se você quer saber o que é e como tirar o seu, leia este artigo até o final, pois também preparamos um tutorial passo a passo para você se cadastrar no SICAF e começar a licitar o quanto antes.

O que é o Certificado de Registro Cadastral?

O Certificado de Registro Cadastral (ou CRC) é obrigatório para quem quer participar de licitações eletrônicas. Sem ele você não conseguirá fazer seu cadastro nas plataformas de compras públicas e não poderá participar de licitações. 

Permita-nos reforçar este ponto. 

De um lado existe a plataforma onde você cadastra os documentos de habilitação da sua empresa e recebe o CRC. Do outro existe um site onde o governo realiza licitações e exige o CRC para que você participe. 

Podemos citar como exemplo o ComprasNet, maior plataforma de compras públicas a nível nacional. É por meio dele que a Administração Pública realiza e divulga pregões eletrônicos, mas para participar é necessário possuir cadastro ativo no SICAF – que é o sistema de registro cadastral do Governo Federal. 

Uma das principais vantagens de se obter um CRC é que – nos casos de Dispensa de Licitação – os órgãos públicos costumam buscar fornecedores com CRC ativo. Portanto, ao fazer o seu cadastro você se torna apto para receber pedidos de orçamento por parte dos órgãos públicos. 

O que é o SICAF?

O Sistema Único de Fornecedores (SICAF) é a plataforma mais utilizada de registro cadastral no país. Trata-se de um subsistema que faz parte do Sistema Integrado de Administração e Serviços Gerais do Governo Federal (SIASG)

Com ele, você consegue login e senha para se cadastrar no ComprasNet a fim de participar de licitações a nível nacional. Para obtê-lo, basta entrar no Portal de Compras do Governo Federal e fazer o cadastro. Para lhe auxiliar neste processo segue um tutorial passo a passo. 

Existem outros CRCs além do SICAF?

Sim, existem outros CRCs além do SICAF e podemos citar como exemplo o CAUFESP, o CAGEF e o SIGA. Por isso vale a pena fazer uma pesquisa sobre os órgãos para saber quais cadastros cada um aceita. 

Assessoria em Registro Cadastral

Se você encontrou alguma dificuldade para fazer o cadastro do SICAF, CAUFESP, SIGA ou demais CRCs unificados, estamos aqui para te ajudar e o ConLicitação oferece um serviço de assessoria cadastral completo para lhe auxiliar com todo este processo.

Apesar do cadastramento nos órgãos ser inteiramente gratuito, fazê-lo sozinho pode ser um desafio, principalmente para quem não tem tanta familiaridade com a documentação exigida. Por isso, se você está em busca de assessoria em registro cadastral, acesse essa página e fale com nossos especialistas.

Ficou alguma dúvida? 

Fale com a gente nos comentários.

Estamos aqui para facilitar a sua vida.

Um grande abraço e ótimos negócios!

Conteúdo relacionado

Buscar conteúdo

Encontre mais licitações para sua empresa

Experimente nossas soluções por 15 dias gratuitos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 Comentários

  1. Boa noite! Geralmente vemos por aqui o pedido de CRC em Tomadas de Preços, por acaso tem alguma modalidade em que o Órgão não tem direito de solicitar CRC?

    1. Olá Samuel,

      O registro cadastral do fornecedor pode ser exigido para toas as licitações e compras diretas quando ocorrerem on-line, mas em se tratando de licitações presenciais somente na Tomada de Preços.

      Um grande abraço.

  2. Fui fazer um empréstimo on-line e a moça falou que preciso fazer o registro cadastral isso faz sentido ?

    1. Olá Edvaldo,

      O CRC é gratuito, no vídeo do post tem um passo a passo de como se cadastrar no principal CRC, que possibilitará a sua participação nas contratações públicas do Governo Federal (SICAF).

      Um grande abraço.

      1. Olá Hilton,

        Não é lei que sua empresa seja inabilitada só por ser a vencedora da licitação, mas isso pode acontecer se, após a fase de julgamento das propostas, forem encontradas irregularidades nos documentos de habilitação que não foram previamente identificadas. A inabilitação ocorre quando a empresa não atende a algum dos critérios estabelecidos no edital.

        Para evitar isso, é fundamental que sua empresa:
        1. Revise cuidadosamente o edital: Entenda todos os requisitos e condições estipulados para a habilitação.
        2. Prepare a documentação com antecedência: Organize todos os documentos necessários e verifique se estão atualizados e em conformidade com o que o edital exige.
        3. Peça esclarecimento: Se houver dúvidas sobre o edital, solicite esclarecimentos ao órgão licitante antes de enviar a proposta.

        Caso sua empresa seja inabilitada, vocês terão o direito de saber os motivos e poderão apresentar recurso dentro do prazo estipulado pelo edital. A revisão cuidadosa e a preparação adequada são essenciais para minimizar o risco de inabilitação.

        Um grande abraço.

      1. Olá Rosivaldo,

        É uma questão empresarial, consulte seu contador ou advogado especializado em direito empresarial para orientação assertiva.

        Um grande abraço.