Zoo: enfim, sai licitação do restaurante

Após uma década de espera, sessão licitatória para definir a empresa que construirá o prédio será realizada no próximo dia 15 de agosto

Enfim, o projeto para a construção de um restaurante no Zoológico de Bauru sairá do papel. Após longos 10 anos de espera, conforme salientou o diretor do Zoo, Luiz Pires, a sessão de licitação para definir a empresa que será contratada para execução da obra já tem data e horário agendados: 15 de agosto, às 15h.

O aviso da abertura do processo licitatório foi divulgado ontem no Diário Oficial. “Nem acreditava quando fiquei sabendo. A gente vem travando uma luta desde 2006, mas vários fatores nos impediam de concretizar esse sonho antigo. Um dos discursos dizia que o restaurante não era prioridade do município”, detalha Pires.

O processo passou por muitas fases, como a tentativa da contratação de empresa que elaborasse um projeto, o qual foi entregue, contudo, não atendia às necessidades da proposta. Houve, então, a solicitação para que a Semma elaborasse o projeto arquitetônico e a Seplan, o projeto executivo.

“O projeto elétrico foi feito por uma empresa contratada por meio de licitação. Em dezembro do ano passado, o prefeito Rodrigo Agostinho recebeu o projeto definitivo. Agora, esperamos que a empresa vencedora seja idônea e tenha capacidade de executar e obra”, observa.

Estrutura 

O restaurante será instalado ao lado da atual lanchonete do zoológico. O projeto prevê a construção de um prédio de 382 metros quadrados, em área total de 522 metros quadrados. O material usado será de alvenaria com estrutura mista de concreto e eucalipto, para abrigar o serviço de atendimento ao público. O local terá capacidade de abrigar 250 pessoas, sendo 120 sentadas.

A arquitetura leva em conta o respeito ao meio ambiente com uso de vidros nas paredes, utilização de elementos sustentáveis, que visa a implantação de um sistema de reaproveitamento da água da chuva para uso em serviços internos e de uma usina para o tratamento de esgoto produzido pelo Zoo, que recebe cerca de 200 mil visitantes por ano.

A obra custará em torno de R$ 900 mil e será paga com dinheiro do Fundo Municipal de Manutenção e Ampliação do Zoológico de Bauru. Pires estima até um ano para a conclusão do prédio, contando do início dos serviços. “Depois de pronto, uma nova licitação será aberta para contratar  a empresa do segmento que tocará o empreendimento”, finaliza.

20 mil pessoas em julho

Mais de 20 mil pessoas já passaram pelo Zoológico de Bauru, nos primeiros 15 dias deste mês, período de férias escolares. As atividades do segundo Curso de Férias do Parque Zoológico Municipal de Bauru, o 51.º Eco Zoo, prosseguem até amanhã.

Para o diretor do Zoológico Municipal, Luiz Antônio Pires, isso demonstra o grande apreço que a cidade e região têm pelo local. Em agosto, o Zoo estará completando 36 anos e, para comemorar a data, novos recintos serão entregues, não só para melhorar e modernizar o ambiente de alguns animais que aqui já se encontram alojados no local, como é o caso da Anta e do Tigre, mas também para a vinda de um grupo de flamingos, nascidos no Zoo Paraíso das Aves, em Itatiba (SP), e que ficarão alojados em um destes novos recintos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas