Viaduto Otávio Rocha vira alvo de polêmica.

Comerciantes rejeitam ideia da Smic de passar comércio a quem restaurar local
Sob os arcos do Viaduto Otávio Rocha, no centro de Porto Alegre, surge uma polêmica envolvendo a revitalização da estrutura viária inaugurada em 1932. Comerciantes estão em pé de guerra com a Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic) pela possibilidade de entrega da concessão do local à empresa que fizer as obras.

A ideia do secretário Valter Nagelstein é realizar uma Parceria Público-privada para viabilizar a restauração do viaduto, cujo custo é estimado em R$ 10 milhões. A empresa receberia como contrapartida a concessão dos 37 espaços comerciais por 20 anos. Para isso, os atuais permissionários poderiam ser despejados.

A Smic já iniciou um estudo sobre a estrutura e os comerciantes instalados no local desde os anos 70. Do total, apenas 30 espaços estão ocupados. Desses, apenas sete pagam o aluguel em dia. Os valores variam de R$ 342 a R$ 889 por mês. A dívida com a prefeitura totaliza R$ 217 mil.

– O viaduto tem de ser restaurado. Não vamos tirar ninguém sem dar alternativas – diz Nagelstein.

As pichações, a deterioração das escadarias, a depredação de luminárias e a infiltração são os principais problemas.

A Associação Representativa Cultural dos Comerciantes do Viaduto Otávio Rocha sente-se desprestigiada. O presidente da entidade, Adacir Flores, reclama que a Smic não está levando em conta o direito dos comerciantes de continuar no local.

– O secretário não está respeitando a identidade sociocultural. Só falta dizer que o viaduto está assim por nossa causa. Se não fosse por nós, ele estaria muito pior – afirma Flores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas