Valdomiro tem R$ 39 mi em caixa à espera de obras.

Recursos do governo federal liberados desde 2009 estão sem uso

Vinícius Marques
Agência BOM DIA

A Prefeitura de Rio Preto tem pelo menos R$ 38,8 milhões disponíveis para obras que ainda estão no papel. O recurso foi liberado pela Caixa e são referentes a dois principais projetos do governo: a canalização do rio Preto e a revitalização do Centro. Ainda há dinheiro em caixa para construção de duas UBSs e reforma de outros postos de saúde.

Em setembro do ano passado o governo liberou – a fundo perdido – R$ 12,8 milhões para canalização. No mês passado, o prefeito Valdomiro Lopes (PSB) assinou financiamento de R$ 19,9 milhões. A obra só deve iniciar no próximo mês, se não houver problemas na licitação, segundo a assessoria da prefeitura. O governo abriu licitação de R$ 46 milhões para essa obra. Ou seja, a contrapartida da prefeitura será de R$ 12 milhões.

Outros R$ 2,1 milhões estão na conta da Caixa à espera das obras de revitalização do Centro, que criou polêmica por causa da previsão de abertura de ruas no Calçadão e concessão para garagem subterrânea.

A verba foi liberada pelo Ministério do Turismo, mas não há previsão de quando as obras começam. Valdomiro faz questão de dizer que obteve a inclusão do recurso no Orçamento federal em visita a Brasília no final do ano passado. Desde então, a verba continua à espera da obra. “O dinheiro está em caixa. Agora, o prefeito vai contratar projeto para essa obra”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos de Arnaldo.

A prefeitura deve contratar outro estudo para avaliar a viabilidade econômica da concessão da garagem e o possível impacto ambiental na região. Valdomiro disse que tentará mais verba do governo federal para a obra “ainda” virtual no Centro. o O prefeito tenta obter mais R$ 3 milhões.

UBSs esperam por projetos
A reforma de unidades de saúde na Vila Anchieta, São Francisco, Vila Elvira, Vila Mayor e Jardim Americano têm recursos liberados à espera de projetos. A Caixa comunicou a “liberação de recursos” à Câmara na semana passada. No total, são R$ 450 mil. A assessoria da prefeitura informou que serão feitos projetos dessas reformas. O recurso de R$ 2 milhões anunciado em janeiro para construção da UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) no Jaguaré espera licitação da obra. Outros R$ 1,6 milhão para construir duas UBSs perto de loteamentos, também aprovados, ainda não foram utilizados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas