Triunfo fora do futuro Lote 29

Relatório de Análise e Julgamento da concorrência pública para licitar a duplicação do Lote 29 (Araranguá / Sombrio) da BR-101 e o Elevado de Contorno de Araranguá excluiu nesta semana a Construtora Triunfo.

Foram consideradas ainda inabilitados os consórcios CBMI/DM e Sogel/Momento e a empresa Acciona Infraestruturas.

Consórcios e empresas inabilitadas terão prazo até a próxima segunda-feira para apresentar recurso. O relatório, por outro lado, apontou como aptos a participar da segunda fase da licitação os consórcios Construcap / Ferreira Guedes / Mac, o Queiroz Galvão, o Ivaí / Torc e também o Arvek / Firpavi / Codrasa.

Com uma extensão de 26 km, o Lote 29 interligará os km 411 e 437 da BR-101 e será o último a ser duplicado no extremo-sul do estado. Embora não tenham se manifestado em caráter oficial, técnicos do Dnit acreditam que o processo licitatório estará concluído entre o final deste mês e a primeira quinzena de setembro.

HISTÓRICO
A decisão inserida no Relatório de Análise e Julgamento, embora passível de recurso, deixou fora do novo processo as duas empresas que chegaram a assumir a duplicação do Lote 29. A DM foi a primeira, mas ao desistir em 2006 foi substituída no ano seguinte pela Triunfo, segunda colocada, afastada pelo Dnit em abril passado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas