Tribunal de Justiça mantém anulação do edital da licitação do lixo

Na tarde desta quarta-feira, o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, Carlos A. Hoffmann, manteve anulação do edital da conclusão da licitação para a implantação do Sistema Integrado de Processamento e Aproveitamento de Resíduos.

A nota judicial diz que “a medida afasta os efeitos da decisão concedida pelo juízo de primeiro grau, que teria determinado a suspensão da licitação do Consórcio Intermunicipal para a realização de diligências a fim de aferir a exequibilidade da proposta do Consórcio Paraná Ambiental”.

A Prefeitura publicou uma nota em seu site dizendo que a decisão judicial será acatada e cumprida, ainda que seja em primeira instância. O prefeito Beto Richa determinou à Secretaria Municipal do Meio Ambiente a identificação imediata de novas áreas licenciadas para a destinação do lixo de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas