TJ licita fórum de Bom Jesus.

Autoridades representantes de Bom Jesus e do Poder Judiciário Estadual assinaram a escritura do terreno onde será construída a sede própria da Comarca do Município. O encontro oficial aconteceu na última quinta-feira, 01, no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás. O Desembargador Paulo Teles, presidente do TJ-GO, recebeu em audiência o Deputado Estadual Álvaro Guimarães (PR) e a comitiva bomjesuense, liderada pelo prefeito Adair Henriques (PSDB).

Acompanhado por seu vice, Daniel Vieira, e pelo presidente da Câmara Municipal, Wender Cunha (PPS), o prefeito contou com o reforço de 7 dos 9 vereadores: João Batista Perereca (PHS), Aécio Carlos Neto (PSDB), Marilda Alves (PDT), Irmã Cleuza (PTC), Elcimar Marinho (PRB) e Antônio da Unimed (PMN). Empossado em agosto, o juiz responsável pela Comarca, Leonys Lopes, também compareceu, assim como o secretário de Administração Onaldo Gonçalves, o assessor jurídico Marcelo Vieira Bessa e o representante da OAB, Cristiano Vieira Bessa.
Ainda registraram presença o procurador do Município, Juliano Maia, e alguns convidados especiais para a ocasião.

Dentre eles, o Desembargador Rogério Arédio Ferreira e o prefeito de Cachoeira, Robson Lima (PSB). O primeiro a se pronunciar foi Adair Henriques. O prefeito começou agradecendo a sensibilidade de todos na busca pela modernização do Fórum de Bom Jesus e destacou o trabalho de parcerias. “Alcançamos esta conquista com o empenho do Deputado Álvaro. Os vereadores apoiaram a Prefeitura e agora estamos ansiosos pela obra que será feita pelo Tribunal de Justiça”, comentou o prefeito.
À oportunidade, Adair Henriques cumprimentou o jovem juiz, que tomou posse recentemente na Comarca. “A passagem do Dr. Leonys por Bom Jesus será marcada por bons frutos. Ele sabe que poderá sempre contar com a parceria do Poder Executivo”, declarou. O magistrado, por sua vez, agradeceu a receptividade das autoridades municipais. “É difícil encontrar um prefeito parceiro como Adair Henriques.

Particularmente, estou feliz com esta conquista e certo de que a Comarca será muito agradecida”, afirmou o juiz.
A solenidade foi de fato marcada por trocas de elogios e agradecimentos. Representando os vereadores, Wender Cunha anunciou que a Câmara vai homenagear o Desembargador Paulo Teles com o título de Cidadão Bomjesuense, em retribuição à atenção dispensada à cidade. A outorga do mesmo será feita na data de lançamento da pedra fundamental do prédio, previsto para 7 de novembro.

“É uma homenagem justa e merecida ao presidente do Tribunal de Justiça, que tem desempenhado um papel inédito na história do Judiciário goiano”, opinou Álvaro Guimarães. Segundo o parlamentar, Paulo Teles é sempre muito hospitaleiro e atencioso no atendimento, além de ter estabelecido um ótimo relacionamento entre os poderes Legislativo e Judiciário. “Quero agradecer o que ele tem feito ao Estado, principalmente com as novas Comarcas, dentre elas a de Cachoeira Dourada”, acrescentou o itumbiarense.

Para reforçar os cumprimentos a Paulo Teles, o Desembargador Rogério Arédio Ferreira se expressou em poucas palavras. “Ele nasceu no Ceará, mas é goiano por adoção. Adotado por diversos municípios e agora também por Bom Jesus. Paulo Teles é mais uma prova de que o Nordeste produz grandes e excelentes goianos”, avaliou.

Definições

Segundo números apresentados durante a audiência no Tribunal de Justiça, a Comarca de Bom Jesus tem atualmente uma média de 4.800 processos. Com a considerável demanda, os representantes do Município solicitaram que fosse edificado um prédio de porte médio. “Com certeza, esse Fórum não pode ser pequeno. A cidade ainda vai crescer muito e precisamos de um prédio com maior capacidade para o futuro”, defendeu Álvaro Guimarães.

A justificativa foi reforçada por todos os presentes. Mesmo assim, esta reivindicação não foi contemplada pelo presidente do TJ. “O Deputado Álvaro está sempre aqui, reivindicando. Ele pediu um Fórum simples para Bom Jesus, agora quer um médio”, brincou Paulo Teles. “No entanto, receio que não vou poder atender com um prédio médio, pois estamos fazendo uma divisão equitativa do orçamento com outras Comarcas, de forma a contemplar todo mundo. Prova disso são os novos Fóruns de Panamá e Cachoeira Dourada, também solicitados pelo Deputado Álvaro e que serão licitados”, explicou.

O terreno doado pela Prefeitura de Bom Jesus tem uma área de 6720 metros quadrados. A obra prevê um prédio de 700 metros quadrados. Embora seja classificado como simples, o imóvel deverá oferecer toda a estrutura para atender as necessidades do Judiciário Municipal, inclusive com capacidade para dois juizes. “Temos previstas também instalações dignas para juizados, OAB e Ministério Público. Além disso, a estrutura é modular e o projeto permite a ampliação do prédio a qualquer momento, conforme necessidade”, garantiu o Desembargador Antônio Nery, responsável pelas obras do TJ.

O projeto original do novo Fórum já possui o dobro de tamanho do prédio atual, no qual funciona a Comarca. A expectativa é de que a licitação da obra seja feita ainda neste mês de outubro, juntamente com a do Fórum de Cachoeira Dourada. A partir do início da construção, o TJ estipula um prazo de entrega de 6 meses. A data escolhida para o lançamento da pedra fundamental, 7 de novembro, marca o aniversário da cidade de Bom Jesus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas