TCE aprova contas de Lucas R.Verde e relator elogia plano para metrô

O Tribunal de Contas do Estado aprovou, hoje de manhã, as contas de gestão da prefeitura de Lucas do Rio Verde, exercício de 2008, do último ano do primeiro mandato do prefeito Marino Franz. O conselheiro Valter Albano recomendou melhorias no controle interno. O relator enalteceu o modelo de administração municipal. Albano expôs que, há vários anos, a população tem sido criteriosa na escolha de seus gestores “e, com isso, Lucas tem tido sucessivas administrações a serviço do desenvolvimento econômico”.

O conselheiro destacou a existência do Plano Diretor que organiza o processo de ocupação urbana. Um exemplo de planejamento apontado por Albano foi a construção de uma avenida com reserva de espaço para implantação de metrô, quando a cidade completar 300 mil habitantes.

Albano sugeriu que os gestores de outros municípios procurem conhecer o modelo de administração desenvolvido em Lucas do Rio Verde, extraindo de lá as boas experiências, especialmente em relação ao uso do planejamento como ferramenta de gestão.

O relator apontou uma falha como compra de passagens aéreas sem licitação e foi aplicada multa de 422 Unidades Padrão Fiscal (UPF-MT) – cada unidade vale R$ 31,99 e determinou que, ao realizar despesas a administração municipal cumpra rigorosamente a Lei de Licitações. Cada UPF-MT custa atualmente R$ 31,99.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas