Supel recepciona primeiros servidores do quadro efetivo

Após passar pelo processo de reestruturação, que resultou na economia de cerca de R$ 1 bilhão nos últimos três anos e na indicação como finalista do Prêmio Conip (Congresso de Informática e Inovação na Gestão Pública) com a implantação da sistemática de acompanhamento dos resultados de licitação e relatório geral de licitações, a Superintendência Estadual de Licitações (Supel) de Rondônia somou mais um avanço nesta quarta-feira (15), com a posse dos primeiros servidores do quadro efetivo.
De acordo com o superintendente Márcio Gabriel, foram convocados oito agentes administrativos, mas apenas cinco compareceram à solenidade de apresentação e recepção realizada no auditório da Emater, em Porto Velho. A expectativa é que até o fim do ano sejam convocados mais 10 aprovados, cujo processo está em análise na Superintendência Estadual de Recursos Humanos (SEARH). Márcio Gabriel explicou que foram abertas 15 vagas para o cargo de agente administrativo, nível médio; cinco para cargos de nível superior em administração (1), analista de sistema de informática (1), analista de suporte em informática (1), contador (1) e economista (1); além de sete para técnico em licitações, registro e pesquisa de preços, nas áreas de administração (1), contabilidade (1), direito (2), economia (2) e engenharia civil (1).
Ao dar posse aos novos servidores, que gradativamente irão substituir os cedidos e removidos de outros órgãos públicos, Márcio Gabriel pediu empenho, e ética, com respeito a cada passo do processo licitatório, que começa com o projeto, seguido da licitação e gestão dos contratos pela secretaria de origem do projeto.
Para o diretor-executivo da Supel, Francisco Neto, que prestigiou o evento juntamente com a superintendente de Recursos Humanos, Carla Ito, o momento foi um marco para a área de licitações do Estado, que em mais de 30 anos foi relegada. Ele citou que para um Estado melhor são necessárias três funções básicas: arrecadar, controlar e gastar, mas esse gasto tem que ser feito comprando-se bem.
A 6ª colocação no ranking da transparência em todo o País, com os editais sendo lançados no portal eletrônico e não mais no Diário Oficial do Estado (Diof), assim como a reestruturação da Supel, passando pela criação do Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS), e a realização do concurso foram também destacadas pela titular da SEARH, Carla Ito, ressaltando a satisfação de receber a nova turma.
Tomaram posse, Camila Azzi, que antes trabalhava na Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema) de Porto Velho; Charles Rodrigues, acadêmico do curso de economia; Jéssica Basan, ex-servidora da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin); Jader Bernardo, professor autônomo, como formação em teologia; e Ian Barros, acadêmico de direito, que antes atuava no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RO).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas