Sumaré vai fazer nova licitação para operação de radares

Anderson Botan

Em Sumaré, a administração vai abrir nas próximas semanas novo processo licitatório para contratar nova empresa para operação de radares. O objetivo é manter o serviço de fiscalização eletrônica, pois o contrato com a empresa que prestava o serviço, a NDC Tecnologia e Informática, chegou ao fim na semana passada, segundo informações da Secretaria de Mobilidade Urbana e Rural. O contrato com a NDC foi firmado em maio de 2007, avaliado em R$ 1,4 milhão. A reportagem não teve informações se os pontos contarão com fiscalização provisória até o novo contrato.
Desde a assinatura do contrato, a empresa operava os equipamentos de fiscalização eletrônica nas avenidas Rebouças, Fuad Assef Maluf, Amizade, Júlio Vasconcelos, na Rua Ângelo Ôngaro e nas estradas Mineko Ito e Teodor Cundiev. A NDC também controlava o avanço do sinal vermelho com equipamentos na Praça da República e na Avenida da Amizade. A velocidade permitida nas vias fiscalizadas variava de 50 a 60 km/h. Os radares, segundo a administração, têm o objetivo de reduzir o número de acidentes de trânsito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas