SP quer Infraero na PPP do trem até Guarulhos

O governo do Estado de São Paulo quer investimentos da Infraero na Parceria Público Privada (PPP) do Expresso Aeroporto, que levará passageiros do centro da capital, na estação do Brás, até o Aeroporto Internacional André Franco Montoro, em Guarulhos, segundo o secretário de Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella.

Durante evento na Federação da Indústria de São Paulo (Fiesp), organizado para que o secretário apresentasse os principais projetos da sua pasta aos empresários, ele expôs a preocupação do governo em obter mais recursos para essa obra. “A Infraero teria que entrar com dinheiro porque essa ligação com o aeroporto é muito importante para ela”, diz.

Apesar de não ser uma idéia nova – ela já era debatida no governo anterior – o projeto ainda está em fase de estudos pelo Comitê Gestor de PPPs, por isso não foram definidos quais serão os percentuais de participação de cada parceiro e da Infraero, caso ela decida entrar nesse negócio.

Para a estatal, no entanto, ter uma formalização dessa divisão de investimentos é essencial para avaliar seu interesse no projeto. O fato de ser uma PPP não pesaria na decisão. “No passado houve uma sinalização da Infraero de que haveria interesse em investir na construção do terminal que ficará na área do aeroporto, mas agora precisaríamos ter um detalhamento maior do que será realizado”, diz o superintendente regional da empresa, Edgar Brandão. Para o secretário Portella, no entanto, as conversas com a Infraero estão lentas, e a estatal já deveria ter alguma posição, inclusive de apoio político ao projeto, já que a expectativa do Estado é promover o lançamento do edital ainda em setembro.

Em entrevista ao Valor, o secretário de Desenvolvimento Alberto Goldman, que é presidente do Comitê Gestor de PPPs, tinha afirmado, porém, que esse ano dificilmente seriam lançados editais de novas parcerias, apesar de haver vários projetos sendo analisados. O objetivo inicial do governo é inaugurar o trem até o fim de 2010, antes do fim do governo Serra. “Mas depende da possibilidade da obra, não vamos apressar por causa da data”, diz Portella.

O Expresso Aeroporto exigirá um investimento próximo a R$ 1,7 milhão e terá uma tarifa entre R$ 25 e R$ 30 para fazer em 20 minutos uma viagem que hoje a linha de ônibus existente realiza entre 30 minutos e uma hora, dependendo do trânsito na marginal do Rio Tietê.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas