Silval e Infraero debatem parceria para ampliar aeroporto de MT

Fonte: A Gazeta

O governador Silval Barbosa (PMDB) tem uma reunião marcada com o presidente nacional da Infraero, João Jordão, amanhã, em Brasília. A pauta da reunião será o convênio de parceria entre o governo estadual e a empresa aeroportuária brasileira para a execução das obras de reforma e ampliação do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

A expectativa é que o documento que sela as obrigações de cada uma das partes seja assinado ainda durante o encontro, para a partir de então se iniciar o processo de elaboração dos projetos pendentes. A assessoria de imprensa da Infraero conformou a reunião, mas não o teor das discussões.

O secretário extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo, explica que se o acordo for consagrado nos moldes atuais, ao Estado caberá realizar, com recursos próprios, as obras de acesso viário ao terminal do aeroporto. “Vamos ser responsáveis pelas adaptações no entorno e como atinge áreas pertencentes à Infraero já iremos protocolar o projeto para a liberação por parte da administradora de aeroportos”.

Além das obras viárias, o termo de convênio elaborado determina que os processos de licitação, contratação e acompanhamento da reforma e ampliação do terminal do Marechal Rondon sejam realizados pelo governo estadual. Segundo Vuolo, neste caso o recurso é da Infraero, que deverá atuar em parceria no acompanhamento. “A Infraero já contratou uma empresa para execução do projeto da ampliação e até setembro o planejamento básico deve ser entregue. Com ele é possível abrir a licitação, que pretendemos realizar até dezembro”, diz ao confirmar que o projeto final será entregue em janeiro.

Francisco Vuolo explica ainda que o Módulo de Operações Provisório (MOP) foi reconfirmado pela Infraero. “Eles vão abrir a licitação no dia 19 de abril e se comprometeram a entregar o módulo até dezembro”, revela ao comentar que o projeto do MOP é arrojado, vai ser fixado à frente do atual terminal de desembarque e servirá para o período em que as obras estiverem em andamento.

A Infraero chegou a licitar a construção do MOP em 16 de julho de 2010 e a previsão era de que até dezembro do ano passado o terminal de desembarque provisório fosse entregue. O contrato com a DMDL, porém, foi suspenso em janeiro deste ano em decorrência do descumprimento de prazos e do abandono dos trabalhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas