Setur iniciará licitação de novos projetos do Centro de Convenções

A Secretaria de Turismo do Piauí inicia na próxima semana a licitação dos novos projetos para a retomada da obra do Centro de Convenções de Teresina. A informação foi repassada pelo secretário Sílvio Leite ao governador Wilson Martins durante reunião nesta quinta-feira (03), no Palácio de Karnak.

De acordo com o governo, a reformulação dos projetos é necessária porque a empresa Econ que estava responsável pela obra não executou o plano de trabalho inicial de maneira correta.

Segundo Sílvio Leite, a empresa chegou a retomar a obra no mês de abril de forma lenta e depois paralisou os trabalhos sem justificativa. “Fizemos várias reuniões com os responsáveis pela Econ, solicitando a retomada dos trabalhos e informamos que o governo possui em conta R$ 3,6 milhões para destinar à obra e mostramos que não devíamos nada à empresa”, explica.

O secretário disse que a Setur já havia informado à Procuradoria Geral do Estado, através de relatórios e parecer técnico feito pelo setor de engenharia da secretaria, que a empresa executou a obra de maneira diferente do projeto inicial. “Paralelamente à fiscalização da Caixa Econômica, responsável pela liberação dos pagamentos, a Setur também fez uma fiscalização no canteiro de obras e detectou irregularidades entre o que foi executado e o projeto original”, explica.

Sílvio Leite afirma que a primeira etapa a ser vencida para a retomada da obra é a nova licitação dos projetos, que será feita na próxima semana. “Vamos vencer a primeira etapa para a retomada dessa obra, a licitação será feita semana que vem da forma mais célere permitida pela lei, considerando a urgência da retomada dessa importante obra para o Estado”, disse.

Paralelo ao processo licitatório dos projetos, o Governo do Piauí continua com a rescisão do contrato com a Empresa Econ, que abandonou a construção. O governador Wilson Martins enfatizou durante a reunião, no Palácio de Karnak, que a Procuradoria do Estado deve apurar todos os danos causados pela empresa para que ela venha a ressarcir o erário público.

“O Estado não pode ficar com o prejuízo dessa construção feita de maneira errada. É preciso que seja apurada a responsabilidade da empresa e que ela venha a ressarcir o Estado”, disse o Governador. Segundo a equipe técnica da Setur, após a licitação dos novos projetos e aprovação da Caixa uma nova licitação da obra será lançada possivelmente no mês de dezembro.

A Secretaria de Infraestrutura fará uma avaliação da obra para que a mesma seja preservada durante esse processo e por conta das chuvas.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas