Sesa garante que concluiu licitação para a compra de cinco novos aparelhos de autoclave

Jéssica Alves
Após denúncia realizada pelo Jornal do Dia, na edição de terça-feira (7), em relação a um relatório do mês de setembro que aponta a precariedade enfrentada pelos profissionais de saúde lotados no Hospital da Mulher Mãe Luzia quanto ao controle da infecção hospitalar precário, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) afirma que providências estão sendo tomadas.
De acordo com o relatório, não há como realizar a esterilização adequadamente dos artigos médico-hospitalares para distribuição aos setores consumidores, pois existem duas autoclaves no setor, porém, a autoclave nº 1 foi interditada pelo técnico de manutenção encaminhado pelo hospital.
O motivo foi que a câmara externa do equipamento estava trincando, havendo assim futuro perigo de implosão da mesma.
A autoclave já possui 17 anos de uso e o máximo indicado pelo fabricante é de dez anos.
Já a autoclave nº 2, que é de pequeno porte, não estava sendo utilizada por falta de manutenção corretiva, mas atualmente encontra-se em uso depois que o técnico da manutenção fez a troca do filtro na entrada da água do equipamento, porém, devido ser de pequeno porte não é suficiente para realizar a esterilização da demanda existente na Maternidade Mãe Luzia. Em nota, a Sesa declarou que a Empresa Griffort, que presta serviços de lavanderia para a rede hospitalar do Estado, está dando suporte na esterilização dos artigos médico-hospitalares que são usados no Hospital da Mulher Mãe Luzia e que os equipamentos que se encontram na sala de esterilização passam por manutenção corretiva periodicamente e isso, garante que parte dos artigos médico-hospitalares, sejam esterilizados dentro da própria maternidade.
A Secretaria afirmou ainda que um há processo de licitação para a compra de cinco novos aparelhos de autoclave. O processo será homologado, indo para empenho e posteriormente, a empresa vencedora fará a entrega dos equipamentos. “Por fim, a Sesa esclarece que jamais deixaria a vida das usuárias da Maternidade em risco e que busca todas as formas para garantir um atendimento de excelência, tanto para as parturientes quanto para os seus recém-nascidos”, diz o documento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas