Semusa: Prefeitura de Porto Velho quer descentralização do serviço de saúde.

No ano passado a Secretária Municipal de Saúde (Semusa), de Porto Velho correu contra o tempo para atender a demanda populacional emergente da Capital. Foram contratados 500 novos profissionais na área de saúde, construída novas unidades de saúde, ampliado a atendimento com unidades mais equipadas com raio x, exames laboratoriais, atendimentos para baixa e média complexidade e modernização dos estabelecimentos com climatização e adaptação de novos ambientes ambulatoriais para os quatro pronto atendimentos da Capital.

De 13 equipes da saúde da família no começo da administração Roberto Sobrinho, a Saúde municipal passou a ter 61 equipes e uma previsão para em pouco tempo alcançar 80 equipes de Saúde da Família, que trabalham diretamente com a promoção e prevenção da saúde nos lares. Uma das medidas prioritárias do prefeito Roberto Sobrinho é fortalecer a rede básica de saúde para amenizar o problema do inchaço na saúde pública.

“Ao invés de excluir estamos atendendo até os usuários de municípios como Humaitá, Candeias, Guajará Mirim e Nova Brasilândia. Nossos pronto-atendimentos estão lotados, mas estamos nos esforçando para atender a todos” – disse o prefeito Roberto Sobrinho.

O prefeito lembra ainda, que a prefeitura autorizou o remanejamento de 30 milhões de reais, que seria de compensação para a Capital, para atender o hospital regional do município de Cacoal, pois a medida tem como finalidade desafogar a corrida pela saúde pública na Capital. “Se não descentralizar o serviço de saúde, vamos continuar com este sistema que existe desde a época do ex governador Jorge Teixeira, que acaba superlotando as unidades de saúde da Capital. O governo do Estado precisa fortalecer o atendimento no interior, pois os municípios que não tem condições de atendimento, estão mandando tudo prá cá, para Porto Velho” – desabafou.

Para a capital, já está planejada a construção de duas novas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) com estruturas de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de Saúde e as portas de urgência hospitalares, onde em conjunto com estas compõe uma rede organizada de Atenção às Urgências. São integrantes do componente pré-hospitalar fixo e devem ser implantadas em locais/unidades estratégicos para a configuração das redes de atenção à urgência, com acolhimento e classificação de risco em todas as unidades, em conformidade com a Política Nacional de Atenção às Urgências.

“Estamos em fase de finalização dos procedimentos para licitação, em breve lançaremos os editais. Cada unidade deve sair em torno de 4 milhões de reais e serão construídas uma na zona leste e outra na zona sul de Porto Velho” – afirmou o secretário adjunto da Semusa Luis Maiorquin.

Recentemente a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) realizou uma série de cursos de Humanização em parceria com o Ministério da Saúde, através do Sistema Único de Saúde. O curso foi dividido em 14 módulos, com a participação de mais de 1.200 servidores da saúde municipal, desde médicos, enfermeiros, técnicos e pessoal de apoio.

A Semusa também está investindo na especialização dos profissionais da saúde. Na semana passada 32 médicos da rede municipal de saúde, que trabalham nas policlínicas Ana Adelaide, Hamilton Gondim, José Adelino, e do Samu, participaram do curso de ATLS (ADVANCED TRAUMA LIFE SUPPORT), um curso que orienta os médicos na avaliação inicial, no controle e no atendimento do paciente traumatizado, prioritário para os atendimentos de urgência e emergência da rede pública de saúde.

As ações fazem parte de um ciclo de estratégias da prefeitura para atender a comunidade portovelhense com serviços médicos de urgência e emergência, apresentando ao cidadão maior resolutividade na assistência médica da rede municipal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas