Seinf conclui licitação para reforma do novo Centro de Artes Cândido Portinari

Na manhã desta quinta-feira, 24, a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinf) finalizou o processo licitatório para a reforma e ampliação do Centro de Educação Profissional em Artes Visuais Cândido Portinari. A empresa que venceu o certame foi a Haday Ltda.
As obras estão previstas para iniciar já na primeira quinzena de agosto. O projeto de reforma e ampliação do Centro apresenta uma estrutura adaptada e moderna, a proposta mantém o formato tradicional do prédio, mas acrescenta uma área urbanizada em seu entorno e um elevador para cadeirantes.
A Secretaria de Infraestrutura, por meio da Coordenadoria de Planejamento de Estudos e Projetos (Coplan) e do Núcleo de Planejamento e Projetos (NPP), elaborou o projeto ouvindo os anseios de professores e alunos da Cândido Portinari. A escola não sofreu nenhum tipo de manutenção na antiga gestão, por isso, no início de 2011, o prédio foi interditado pela Defesa Civil.
Para garantir o cumprimento do calendário do ano letivo de 2014 e não prejudicar os alunos, por sua vez, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) alugou um novo espaço localizado na Avenida Cônego Domingos Maltez, bairro Buritizal, local onde o Centro funcionará até a conclusão da obra licitada para que a escola seja transferida definitivamente ao seu espaço de origem.
Modernização
Com um formato moderno e único no Estado, o prédio será preservado, mas sofrerá intervenções no piso e no teto. A nova estrutura vai ganhar tudo novo: rede de esgoto, instalações elétricas e hidráulicas, paredes, esquadrias, forro e telhado termoacústico com telhas translúcidas no centro.
Segundo a Seinf, apesar de ser uma reforma e ampliação, pode-se dizer que a Cândido Portinari será uma nova escola quando pronta. Três pontos importantes do projeto confirmam a inovação com paredes externas, elevador para cadeirantes e o novo entorno.
Externamente, todo o prédio será revestido com o material chamado ACM (sigla em inglês para Composto de Material Alumínio). Além de ter propriedades termoacústicas, o produto é altamente resistente, de fácil limpeza e tem um apelo visual forte, o que deixará a escola bonita e com aspecto moderno.
Pelo fato de a edificação ter dois pavimentos em formato de cone, a solução encontrada pelo NPP, para a instalação do elevador para cadeirantes, foi alocá-lo do lado externo do prédio, construindo uma torre em forma cilíndrica com paredes em “pele de vidro”. Isso manterá a forma curva da arquitetura e dará à escola um visual de destaque.
Entorno
A área do entrono será totalmente revitalizada e terá uma nova urbanização com drenagem, calçamento personalizado, paisagismo, caramanchões, espelho d’água, bicicletário, rampas de acessibilidade e estacionamento para carros. O novo espaço vai ganhar gradeamento e uma guarita para controlar entrada e saída das pessoas.
“Queremos fazer com que a área do entrono seja um lugar observável, chamando a atenção das pessoas para aquele espaço como um ambiente em que elas gostem de estar ali e se sintam seguras”, afirmou o arquiteto e urbanista do NPP, Cleudson Souza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas