Seduc define cronograma para construção e reforma de 49 escolas

Compromisso foi reforçado por meio de acordo firmado com Ministério Público Estadual

Seduc define cronograma para construção e reforma de 49 escolas
“Nosso compromisso é de, não só entregar as escolas dentro do previsto, mas de estabelecer um novo padrão de qualidade”, enfatiza

A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer de Mato Grosso (Seduc-MT) definiu o cronograma que irá orientar a construção e reforma de 49 unidades de ensino a partir do próximo ano.

As obras fazem parte do Pró-Escolas, programa idealizado pela Seduc que abrange o desenvolvimento de ações em estrutura, ensino e inovação, com foco na melhoria da aprendizagem.

O intuito é de, em curto e médio prazo, elevar significativamente os índices da Educação de Mato Grosso.

Para reforçar o compromisso, a Seduc firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE), que deverá acompanhar os trabalhos. Elaborado pela Secretaria, o cronograma foi validado pelo MPE, por meio do procurador de Justiça, Henrique Schneider.

Grande parte das 49 escolas aguarda a realização de obras, pelo menos, desde 2010. De acordo com o secretário de Estado de Educação, Esporte e Lazer, Marco Marrafon, a Seduc priorizou a organização dos projetos e prazos para dar mais celeridade à execução dos trabalhos.

“Nosso compromisso é de, não só entregar as escolas dentro do previsto, mas de estabelecer um novo padrão de qualidade. A partir do momento em que a população se acostumar com obras de excelência, não aceitará menos do que isso”, enfatizou Marrafon.

As unidades de ensino que fazem parte do cronograma estão dentro da região metropolitana de Cuiabá.

Início

Conforme o cronograma, todas as obras devem ser concluídas até o final de 2018. A primeira delas envolve a construção da nova Escola Estadual Mário de Castro, no bairro Pedra 90, que substituirá a atual.

Na última sexta-feira (16.12), o Diário Oficial de Mato Grosso divulgou o edital de licitação para contratação da empresa que deverá construir a escola.

Concluída a concorrência, a expectativa é de que a execução dos serviços comece já no início do próximo ano letivo, em fevereiro de 2017.

A nova Mário de Castro terá capacidade para atender 480 alunos por turno em 16 salas de aula climatizadas, e contará também com biblioteca, laboratórios (de física, informática e química), refeitório, quadra poliesportiva 50m x 32m e wifi.

O investimento previsto para a realização da obra, que deve ser finalizada no início de 2018, é de R$ 9,8 milhões.

A Seduc garantiu no Plano de Trabalho Anual (PTA) de 2017 a quantia de R$ 150 milhões, para investimentos em infraestrutura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas