Secretário admite lentidão para licitar novo aterro sanitário

Leandro Nogueira

* Emídio Marques No aterro do retiro São João, atualmente são depositadas 13,6 mil toneladas de lixo por mês

Por enquanto a Prefeitura quer continuar usando o aterro São João e estudo contratado por ela atesta que a vida útil do local pode ser ampliada

O secretário municipal de Administração, Mário Pustiglione, reconhece que a Prefeitura optou pela lentidão para iniciar a licitação de uma empresa com a finalidade de exportar o lixo para aterro em outro município. Apresentou ao menos três justificativas: a dificuldade em preparar a licitação, a elevação dos custos que o município assumirá e, ainda, que a intenção é aguardar o término do contrato (previsto para novembro) com a empresa que faz a coleta de lixo nas ruas, a fim de fazer uma única licitação que contemple os serviços de coleta, transbordo e destinação final. Quanto mais tempo a gente conseguir usar o próprio aterro é mais dinheiro público que a gente vai economizar (…) a idéia é levar ao limite máximo que puder, observou.

Pustiglione revelou que a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) prorrogou até o dia 5 de setembro a vida útil do aterro São João, mas já prevê o risco da contratação emergencial demorar alguns dias a mais. E divulgou que pedirá nova prorrogação com base em estudo que recebeu na última segunda-feira, demonstrando capacidade do aterro suportar o despejo de lixo por mais tempo. Estamos conseguindo prolongar a vida útil do nosso aterro, alegou, mas sem saber adiantar até quando. Torce pelo maior tempo possível, ou ao menos uns três meses, para que seja feita a contratação da exportação do lixo por licitação, sem a necessidade da contratação emergencial.

O estudo que demonstra mais vida útil do aterro foi encomendado há cerca de dois meses pela Prefeitura, e feito pela Walm Engenharia e Tecnologia Ambiental ao custo de R$ 148 mil. Pustiglione explicou que ele mostra a estabilidade das paredes do aterro São João, ou seja, não existiria o risco de ruir ou desmoronar. Segundo o secretário de Administração, os técnicos da Secretaria de Obras avaliam que, como a parede está bem estável, é possível acomodar mais lixo no local. O secretário afirmou que agora o prefeito Vitor Lippi (PSDB) levará o estudo e os argumentos à Cetesb, na tentativa de obter a prorrogação do prazo.

Emergencial

Ao mesmo tempo que trabalha para convencer a Cetesb que é possível expandir a vida útil do aterro em Sorocaba, a Prefeitura prepara uma contratação emergencial. Só será usada quando a destinação para o aterro São João realmente tornar-se inviável, declarou o secretário de Administração. Pustiglione afirmou ter recebido orçamentos, mas só vai divulgá-los quando tiver todos em mãos, para não influenciar aquelas que ainda apresentarão os seus preços.

São feitos orçamentos com os aterros existentes num raio de 150 quilômetros de Sorocaba, pertencentes às empresas Água Limpa, Essencis (aterro em Caieiras, na rodovia dos Bandeirantes), Estre (aterros em Paulínia, Itapevi e Araçariguama), Proactiva (aterro em Iperó) e a Gomes Lourenço, que faz a coleta nas ruas de Sorocaba e, apesar de não ter aterro próprio, a Prefeitura acreditou que tivesse interesse por meio da contratação de terceiros. A Gomes Lourenço descartou a possibilidade.

Próxima semana

A publicação do edital para a contratação por licitação será publicada acredito que o mais tardar na semana que vem, revelou Pustiglione. A contrato será por três anos e a empresa vencedora fará a coleta nas ruas, transporte até um aterro em outra cidade e pagará pelo despejo em local licenciado pela Cetesb. A Prefeitura prevê um contrato de R$ 136 milhões pelo período de 36 meses, o que mensalmente equivale a R$ 3,7 milhões ou 165% a mais dos atuais R$ 1,4 milhão gastos para coletar, despejar e fazer a manutenção no aterro municipal, no Retiro São João. A contratação por três anos é porque a Prefeitura acredita na implantação de aterro próprio na Fazenda Rius, Estrada de Ipatinga. Atualmente, o aterro São João recebe 13,6 mil toneladas de lixo por mês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas