São José dos Campos vai ampliar fiscalização com radares móveis

Prefeitura quer ampliar número de equipamentos de dois para quatro.
Fiscalização com radar móvel está suspensa desde setembro na cidade.

São José dos Campos vai ampliar fiscalização com radares móveis
Prefeitura quer ampliar radar móvel (Foto:
Reprodução)

Sem radares móveis desde setembro, a Prefeitura de São José abriu uma licitação para ampliar o número de equipamentos para fiscalizar o excesso de velocidade na cidade. O objetivo é que o monitoramento seja feito com quatro radares móveis, ao invés dos dois usados anteriormente. Apesar disso, os equipamentos só devem iniciar a operação em 2016.
De acordo com a Secretaria de Transportes, a empresa que prestava o serviço para a prefeitura rompeu o contrato e, desde então, a cidade está sem essa fiscalização com aparelhos móveis. Por isso, foi aberta uma nova licitação que prevê a ampliação do monitoramento. O valor máximo do pregão é de R$ 3,6 milhões e o processo deve levar até três meses para ser concluído.
Por nota, a prefeitura justificou o aumento no número de radares móveis alegando que os equipamentos são muito requisitados pela população para o apoio em diferentes ruas da cidade.

“A ampliação do contrato hoje existente garante que além da colocação dos radares nos pontos de acordo com demanda de tráfego e estatística de acidentes, se atenda também aos pedidos da população”, diz trecho da nota.

Além dos radares móveis, São José dos Campos conta com outros mecanismos de fiscalização. A cidade conta hoje com 81 equipamentos de fiscalização: são 35 equipamentos de velocidade, 29 equipamentos de avanço semafórico/velocidade, nove lombadas eletrônicas e oito radares fixos.

De acordo com informações do Portal Transparência, o município arrecadou R$ 10,4 milhões em multas de trânsito até outubro deste ano. O G1 solicitou um balanço com o número de multas aplicadas neste ano, com radares fixos e móveis, mas não obteve os dados da Secretaria de Transportes até a publicação da reportagem.

Radar fixo
O radar fixo da avenida Governador Mário Covas, próximo à passarela da Unifesp, é que mais multou motoristas neste ano em São José. Segundo a Secretaria de Transportes, o  equipamento é responsável por 8.727 multas no primeiro semestre deste ano.

Neste ano, os radares fixos da cidade flagraram 54,8 mil infrações – sendo 1,8 mil por avanço ao sinal vermelho e o restante por excesso de velocidade. Entre janeiro e dezembro 2014, foram quase 145 mil multas, sendo 9,4 mil por controle semafórico.

O motorista que exceder o limite de velocidade em até 20%,infração considerada média, é multado em R$ 85,13 e perde quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Exceder velocidade entre 20% a 50% é considerado infração grave, com multa de R$ 127,69 e perda de cinco pontos na CNH. Excesso de velocidade acima de 50% é considerado infração gravíssima ,com multa de R$ 574,62, sete pontos, além de apreensão da carteira de habilitação e suspensão do direito de dirigir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas