Rodrigo guarda R$ 10 milhões

Dinheiro sobrou do caixa de 2010 e prefeito diz que ele será investido em galerias, asfalto e cobertura de pontos de ônibus

Bruno Mestrinelli
Agência BOM DIA

A prefeitura tem R$ 10 milhões livres para gastar, dinheiro que sobrou do ano passado. Essa é a informação que o prefeito Rodrigo Agostinho (PMDB) vai passar para seus secretários nesta quarta-feira (12), em reunião que será realizada no Palácio das Cerejeiras, no primeiro encontro entre ele seus auxiliares diretos este ano.

O dinheiro será utilizado para asfaltar ruas da periferia, instalar galerias de água pluvial e construir abrigos em pontos de ônibus da cidade, segundo o chefe do Executivo.

No primeiro caso, licitações serão realizadas para determinar o número de quadras que ganharão asfalto pago por essa verba. No caso das galerias, a licitação já caminha e o dinheiro será encaminhado para pagar pelas obras.

Sobre os pontos de ônibus, é um investimento ainda em andamento e só será possível por conta da sobra orçamentária.

“Essa sobra de dinheiro é mais ou menos o que eu queria deixar: a reserva de pelo menos uma folha de pagamento da prefeitura”, avalia.

Rodrigo ressalta que essa verba será utilizada livremente em novas aquisições para a prefeitura, sem mexer no orçamento vigente.

Ele lembrou que muitas vezes há mudança no uso do dinheiro em relação ao planejado no ano anterior. Isso gera o envio de projetos de lei com remanejamento de verbas para as secretarias e sobras orçamentárias.

Mais dinheiro /Apesar de ter R$ 10 milhões livres para gastar, Rodrigo Agostinho tem R$ 44 milhões hoje nas contas da prefeitura. Desse montante, R$ 34 milhões vão para pagar por serviços já empenhados, outras contas e os restos a pagar.

O BOM DIA mostrou durante o ano que a prefeitura aumentou a sua arrecadação de impostos, principalmente pela carga de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), que cresceu com a cobrança retroativa do tributo para casas que tinham sido ampliadas e não foram regularizadas por seus proprietários. Outros impostos ajudaram a arrecadação acima do previsto, como IPVA (automotivo), ICMS (mercadorias), ISS (serviços), ITBI e (imobiliário). Só de IPTU a arrecadação-extra chegou a R$ 15 milhões.

Devedores /Enquanto isso, a prefeitura também já está de olho em conseguir um dinheiro teoricamente perdido, dos devedores de tributos do Executivo. A prefeitura divulgou nota orientando quem tem acordo para parcelar débitos municipais a imprimir seus boletos no site da prefeitura.

Isso porque o posto de atendimento da Secretaria de Finanças no Poupatempo está ficando lotado de munícipes que procuram esse serviço.

Essa prática é válida somente para parcelas que estejam em dia. Os boletos de parcelas atrasadas deverão ser retirados no posto municipal do Poupatempo. A secretaria esclarece que as dívidas parceladas com prazos acima de 12 meses, sofrem correções monetárias anualmente e assim sendo as contas devem ser impressas no início de cada ano. Assim, os valores são atualizados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas