Reforma da sede da PF em Cuiabá custa R$ 13 mi

Um importante passo foi dado para a concretização da reforma da Superintendência Regional da Polícia Federal em Cuiabá. O aviso de licitação para a Concorrência nº 1/2016 foi publicado com ampla divulgação no último domingo no jornal Folha de São Paulo e nesta segunda-feira no Diário Oficial da União.

A licitação tem como objeto a contratação de empresa de engenharia para reforma do edifício sede, incluindo a elaboração de projetos executivos de arquitetura, instalações elétricas e telecomunicações, entre outros, especificados no projeto básico. A obra está orçada em R$ 13,2 milhões e o edital pode ser acessado nos endereços eletrônicos www.comprasgovernamentais.gov.br e www.pf.gov.br.

A licitação agora é de conhecimento público, com a possibilidade de participação de tantas empresas que se mostrarem interessadas. O recebimento das propostas será realizado no dia 21/10/2016, às 9h, no auditório da SR/MT.

Na data agendada, a comissão de licitação receberá os envelopes contendo a documentação exigida em edital (habilitação). As empresas que estiverem regulares e atenderem todos os requisitos passarão então para a próxima fase: a classificação das propostas. Será declarada vencedora a empresa que apresentar o menor preço.

“Esperamos que compareçam muitas empresas interessadas, a ampla participação aumenta as possibilidades de sucesso do certame e da execução da obra”, comenta o Perito Criminal Federal, Daniel Carvalho Florêncio, um dos responsáveis pela elaboração do projeto básico.

Para ampliar essa publicidade e atendendo a recomendação da Controladoria-Geral da União (CGU), a administração regional também agendou reunião com o Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso (Sinduscon/MT). A reunião será realizada nesta quarta-feira (21), às 14h, também no auditório da SR.

“Esperamos com essa reunião estender ao máximo a informação, é importante que todas as empresas, sejam mato-grossenses ou não, tenham conhecimento da abertura do processo licitatório”, diz o AADM Eliezer Gentil de Souza, presidente da comissão especial de licitação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas