Quatis inicia terceira fase do processo.

Quatis

A secretaria de Governo de Quatis iniciou hoje a terceira fase do processo de aplicação da verba do Orçamento Participativo (OP). Nesta etapa, serão apresentados aos delegados de cada uma das UPs (Unidades de Planejamentos, nas quais foram divididos os bairros do município), os orçamentos de todas as obras apresentadas por eles à prefeitura, para execução com a verba.

O processo de distribuição de 1 milhão de reais do Orçamento teve início em novembro do ano passado, com a apresentação do OP à população. Os bairros, agrupados, elegeram delegados que ficaram responsáveis por apresentar à equipe de organização do processo sugestões de obras a serem executadas.
O passo seguinte, então, foi a busca por orçamentos dos custos de cada obra. E agora que os números estão disponíveis, serão levados aos delegados.

– A verba de que dispomos não é grande, por isso não é suficiente para a execução de todos os serviços solicitados. Nesta fase que está sendo iniciada hoje, os representantes das comunidades elencarão as obras, em escala de prioridade – explicou o secretário de Governo, Jorge Melhem.

Entre as obras propostas pelos delegados estão a construção de pontos de ônibus, área de lazer, posto de saúde e de guaritas de segurança; a colocação de lixeiras com frases educativas em alguns pontos da cidade; a instalação de novas placas de identificação de ruas e avenidas; além de pedidos como revitalização de praças, reforma de calçadas, aquisição de ambulâncias, recuperação de ruas e travessas, e colocação de redutores de velocidade.

– Algumas destas obras, porém, já estava no cronograma da prefeitura e por isso foram retiradas da lista. O município não está transferindo essas obras, que já seriam executadas, para o plano do Orçamento Participativo – destacou Jorge Melhem.

Segundo ele, no mês de maio, após as prioridades serem elencadas pelos delegados de todas as 11 Unidades de Planejamento, haverá uma assembleia geral, para a divulgação de todas as decisões tomadas por cada um dos representantes dos moradores.

O processo de licitação para a contratação das empresas responsáveis pelas obras terá início após a assembleia geral. De acordo com o prefeito José Laerte d’Elias (PMDB), parte das obras começa em 60 dias. “Este é o prazo necessário para o andamento dos processos de divulgação das obras para os moradores e de licitação”, explicou ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas