Pronto Socorro deve ser concluído até fim de maio.

Patricia Vieitez – editornet@liberal.com.br

Até o final de maio a Prefeitura de Sumaré espera ver concluída a construção do PS (Pronto Socorro) do Jardim Macarenko. A obra já deveria estar pronta, mas imprevistos como a greve dos trabalhadores da Prime Construtora, que venceu a licitação, e mudanças no projeto inicial atrasaram o cronograma. Apesar da parte civil estar em fase final, não há previsão de quando o PS será inaugurado. A obra está recebendo investimento federal de R$ 2,7 milhões e foi iniciada em 2008.

Atualmente os operários trabalham no acabamento do imóvel. A parte que ainda falta inclui pintura interna e externa, jardinagem, instalações elétricas e vidraçaria. A sala de raio-x é a única que ainda não entrou em acabamento porque o projeto foi finalizado nas últimas semanas. “O projeto depende de muitas pessoas. A instalação de energia é totalmente fora do padrão. Não tem sala de raio-x igual”, justificou o engenheiro fiscal da Secretaria de Obras, Jorge Avanzi, sobre a demora.

O prédio tem 2,7 mil metros quadrados de área construída, conta com entrada lateral para ambulâncias, entrada de funcionários e a principal para os pacientes. Terá ala separada para adultos e crianças.

A licitação para compra de mobiliário e equipamentos ainda não tem data prevista porque, segundo o diretor do departamento administrativo da Secretaria de Saúde, Francisco de Assis Furtado, o Ministério da Saúde pediu alterações no projeto. “Estamos esperando análise e o parecer para iniciarmos a licitação”, esclareceu.

Tamanho
E tudo nesse PS será maior que no atual Pronto Socorro Integração, que está precário e coleciona reclamações dos usuários. Inclusive o corpo médico. Por isso, a Secretaria de Saúde está realizando concurso público e a prova está para ser marcada. São 99 vagas, das quais 69 para médicos, entre clínico geral, médico da família, pediatra e ginecologista, entre outras especialidades. Hoje o atual PS opera com 300 profissionais. “Haverá maior demanda e aqui vai ter que funcionar adequadamente”, comentou Furtado.

Parte externa
Toda a área em volta da unidade será gramada e a única rua no entorno do quarteirão que ainda não tem asfalto, a Rua Edinei Aparecido Sgobin, será pavimentada ainda neste semestre. A licitação para contratação da empresa que fará a obra de R$ 250 mil foi aberta na semana passada e em 60 dias deve sair o nome da vencedora.

A construção do PS faz parte de um convênio com o Governo Federal que destinou R$ 3.251 milhões à Saúde de Sumaré. Parte desse valor foi destinada à construção de três PSFs (Postos de Saúde da Família): no Jardim Paraíso (Matão), Conjunto Habitacional Ângelo Tomazin (Maria Antonia) e Jardim Lucélia (Picerno).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas