Projeto Escola Legal beneficiará 123 escolas de Cuiabá e Várzea Grande

Projeto Escola Legal beneficiará 123 escolas de Cuiabá e Várzea Grande
Com a iniciativa, serviços de infraestrutura, como manutenção e reparos, serão feitos continuamente durante o exercício de 2016. A licitação para escolha da empresa acontecerá no dia 29 de dezembro, às 8h30, no auditório da Seduc

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) vai investir cerca de R$ 22 milhões no projeto Escola Legal, a partir do ano que vem, para atender as 123 escolas de Cuiabá e Várzea Grande. Com a iniciativa, serviços de infraestrutura, como manutenção e reparos, serão feitos continuamente durante o exercício de 2016. A licitação para escolha da empresa acontecerá no dia 29 de dezembro, às 8h30, no auditório da Seduc.

O Escola Legal tem como objetivo prestar serviços contínuos de manutenção preventiva e corretiva: jardinagem, elétricos, hidráulicos, alvenaria, pisos, revestimentos, pinturas, esquadrias, coberturas, forros, reforma e adequação dos reparos necessários. Equipamentos, veículos e toda a mão de obra necessária para a execução de serviços ficarão por conta da empresa. A demanda, no entanto, continuará sendo feita pela escola junto à Seduc, que dará encaminhamento.

“Vai facilitar o atendimento. Teremos 25 equipes cuidando desses casos, checando as reais necessidades e encaminhando para a empresa executar as obras”, pontou o superintende de Infra Estrutura Escolar, Moisés Dias da Silva.

De fato, o Escola Legal garantirá aos alunos e equipe gestora o mínimo conforto necessário para o desenvolvimento do aprendizado, pois tratará dos reparos urgentes e da conservação periódica. “Nesta primeira etapa dará assistência para as 77 escolas de Cuiabá e as 46 de Várzea Grande. Mas é o pontapé de um projeto global, para todo o Estado”, destacou o coordenador de Aquisições e Contratos da Seduc, João Bosco Correa da Costa.

As manutenções corretivas correspondem aos reparos urgentes, aqueles que acabam impedindo o funcionamento da escola. Exemplo disso são os sistemas de saneamento básico precários e rachaduras. Uma vez implementada a sistemática de manutenção corretiva, também serão reduzidos os custos envolvendo essas ações, uma vez que o problema será sanado assim que detectado e não quando o estrago atingiu áreas maiores.

Com os serviços, também vai aumentar a vida útil dos prédios, a melhoria no desempenho de equipamentos e instalações em geral, além de garantir a segurança e o conforto dos que frequentam a unidade. Dessa forma, o plano de trabalho do Projeto Escola Legal atenderá aos mais diversos pedidos de manutenção que surgirem e evitará problemas nas estruturas prediais das unidades escolares, proporcionando aos alunos e professores tranquilidade para o desempenho de suas funções.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas