Projeto de expansão do aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, sairá do papel.

Trabalho criado em 2004 pelo arquiteto Mario Biselli foi inspirado na asa de um avião

Ana Paula Rocha

O Governo de Santa Catarina, a Prefeitura de Florianópolis e a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) assinaram na quinta-feira, 6 de maio, um acordo de cooperação mútua para a ampliação do Aeroporto Hercílio Luz. Inspirado na asa de um avião, o projeto de autoria do arquiteto Mario Biselli está pronto desde 2004, mas só agora vai sair do papel. A obra deverá ser concluída em 2014.

Com área de 27 mil m², o empreendimento terá não só um novo terminal de passageiros, como também um pátio de estacionamento de aeronaves, novas pistas de manobra taxiway e acessos ampliados, além de novas estruturas físicas de apoio ao aeroporto.

O edifício do novo Hercílio Luz possui três pavimentos, sendo dois abertos aos usuários e um destinado apenas à administração da Infraero. O andar térreo abrigará os espaços de venda de bilhetes, check-in de embarque, tratamento de bagagens, desembarque com free-shop, sala reservada a autoridades e escritórios das empresas aéreas e de órgãos públicos. Já no mezanino ficarão os espaços comerciais, as salas de embarque, conector e pontes de embarque, além da praça de alimentação e de um terraço panorâmico.

O projeto de Mario Biselli tem fachada metálica, que permite a entrada da luz natural por meio de aberturas ao longo de todo o perímetro do edifício, sempre amenizada por beirais e quebra-sol. Nas áreas centrais do projeto, uma abertura zenital, igualmente protegida, amplia ainda mais a entrada de luz nas áreas internas.

Com as ampliações, o terminal atenderá 2,7 milhões de passageiros por ano. A obra está orçada em R$ 436 milhões, sendo que R$ 107 milhões virão do Governo Estadual, R$ 316,4 milhões da Infraero e R$ 13 milhões do Município.

O projeto de engenharia do novo terminal do Aeroporto Hercílio Luz começou a ser feito em janeiro e deve ser concluído em agosto. Depois será elaborada a licitação, que deve durar entre seis e oito meses, para então dar-se início às obras, previstas para maio de 2011.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas