Pró-Transporte terá nova licitação em Natal

Sem recursos para viabilizar a continuidade das obras do Programa Pró-Transporte, na zona Norte, a Prefeitura do Natal irá repassar, em até 15 dias, a titularidade das obras ao Governo do Estado. O convênio assinado em 2005 pela Prefeitura de Natal e os governos federal e estadual – no valor de aproximadamente R$ 72 milhões – vencerá no dia 31 de dezembro deste ano. Segundo a secretária estadual de Infraestrutura, Kátia Pinto, haverá uma atualização da planilha orçamentária do projeto para que haja uma nova licitação para as obras.

O anúncio do repasse da responsabilidade da obra para o Governo do Estado foi feito ontem durante a entrega do viaduto construído na avenida das Fronteiras. Mesmo inacabada, a primeira e única etapa construída do Pró-Transporte foi oficialmente aberto ontem pela manhã ao fluxo de veículos e pedestres pela prefeita Micarla de Sousa.

Mas o viaduto não está concluído. Há a necessidade da construção de uma alça de acesso ao bairro de Nova Natal, que depende da desapropriação da Escola Estadual Antônio Fagundes, situada às margens do complexo viário.

“Na realidade, estamos entregando o complexo do viaduto do Pró-Transporte”, destacou a titular da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Ana Elizabeth Thé. Questionada sobre a conclusão da obra em sua totalidade, a secretaria assumiu que faltava a construção da alça. Ontem, no momento em que a prefeita visitava e destacava a importância da liberação do complexo para o uso de pedestres e motoristas, funcionários da Urbana, Semob e da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi), trabalhavam na limpeza, fixação de placas de sinalização e na operação tapa-buracos no entorno do viaduto.

Além disso, a iluminação do viaduto não estava pronta. De acordo com o titular da Semopi, Sérgio Pinheiro, serão necessários mais 40 dias para que os postes sejam instalados no canteiro central do pontilhão. Sérgio explicou que a liberação do viaduto possibilitará a ligação de diversos bairros da zona Norte à zona Leste através da Ponte Newton Navarro. “O grande ganho é interligar os bairros da zona Norte ao centro e aos demais bairros da zona Leste pela ponte nova”, disse.

Entretanto, para que o trânsito flua sem maiores complicadores, ainda será preciso concluir as obras de duplicação das avenidas Rio Doce, Tocantínea, Moema Tinoco, além da Avenida das Fronteiras. Existem pontos em que não existe pavimento algum, somente buracos e barro batido.

Estas intervenções, de acordo com Sérgio Pinheiro, serão executadas pelo Governo do Estado a partir da transferência da titularidade das obras. Para isto, porém, é preciso que a medição final e a quitação dos débitos relativos às obras administradas pelo Município, à empresa executora – Coesa Engenharia -, sejam concluídos.

Fonte: Tribuna do Norte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas