Principais obras e ações desenvolvidas pelo Governo Braga.

Fonte: Portal Amazônia

MANAUS – À frente do Governo do Amazonas há oito anos, Eduardo Braga (PMDB) renunciará nesta quarta-feira (31) ao cargo para concorrer a uma das vagas ao Senado, nas eleições de outubro. A carta de renúncia será lida na noite de hoje em cerimônia aberta ao público na área externa do Centro Cultural Palácio Rio Negro, na Avenida Sete de Setembro, Centro.

Eduardo Braga deixa o cargo com alto índice de aprovação por parte da população, tendo em vista o grande número de obras realizadas durante os oito anos que passou à frente do Executivo. Dentre as obras, pode-se citar a Ponte sobre o Rio Negro, o programa de habitação Prosamin, revitalização da área de saúde, construção de escolas e intervenção viária em Manaus.

Principais obras e ações desenvolvidas pelo Governo Braga:

Bolsa Floresta

Em 2007, o Governo Braga criou o Bolsa Floresta para compensar as populações tradicionais e indígenas do Estado pelo papel na conservação das florestas, rios, lagos e igarapés.

O dinheiro para o pagamento dos benefícios vem dos juros dos recursos existentes no Fundo Estadual de Mudanças Climáticas. O benefício é repassado para quem ajudar a não desmatar.

“O Bolsa Floresta é uma ajuda financeira que pressupõe a prestação do serviço de redução do desmatamento no entorno das unidades. E a meta é termos desmatamento zero nas áreas protegidas. Estamos dando um valor econômico à floresta”, disse o governador Eduardo Braga.

Ponte sobre o rio negro

A obra contou com investimentos iniciais de R$ 574 milhões, com recursos do Governo Federal financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A Ponte Manaus-Iranduba está sendo construída pelo Consórcio Rio Negro, formado pelas construtoras Camargo Corrêa e Construbase. A previsão é que o empreendimento esteja concluído em setembro de 2010.

Com 3.600 metros de extensão, a ponte ligará Manaus ao município de Iranduba. O objetivo do projeto é promover o escoamento da produção agrícola, a integração regional, o incremento do turismo e o desenvolvimento urbano. Além da capital Manaus, os municípios de Iranduba, Manacapuru e Novo Airão serão diretamente beneficiados, além de outros 30 municípios do entorno da Região Metropolitana de Manaus.

“Esta obra vai viabilizar e agilizar a consolidação da Região Metropolitana de Manaus e traz a perspectiva de integração e desenvolvimento econômico para Manaus, Iranduba, Novo Airão, Manacapuru e todos os municípios do Médio e Alto Solimões, Juruá, Purus e Japurá”, disse o governador.

A entrega da Ponte sobre o rio negro está prevista para ser concluída em outubro de 2010.

Proama – Água para as zonas Norte e Leste

O Programa Água para Manaus, (Proama) foi lançado pelo governador Eduardo Braga para construir um novo sistema de captação, tratamento e reservação de água. De acordo com Braga, a obra irá solucionar os problemas de fornecimento de água nas zonas Norte e Leste de Manaus.

O Proama é fruto da parceria entre os governos Federal e Estadual, com investimento de R$ 250 milhões, sendo R$ 17 milhões de contrapartida do Governo do Estado. A obra está sendo realizada pelo consórcio Rio Amazonas. A previsão de entrega estava prevista março de 2010.

O projeto inclui a construção de cinco centros de reservação de cinco mil metros cúbicos cada nos bairros Tancredo Neves, Nova Floresta, Jorge Teixeira, Mutirão e no Núcleo 23 da Cidade Nova, além da reabilitação e reforço da rede existente. Nesta primeira etapa, a água chegará aos seguintes bairros e comunidades: Jorge Teixeira, João Paulo II, Brasileirinho, Santa Inês, Tancredo Neves, Nova Floresta, Gilberto Mestrinho, Grande Vitória, São José, Zumbi dos Palmares, Armando Mendes, Cidade de Deus, Braga Mendes, Mutirão, Águas Claras, Valparaíso, Fazendinha e Aliança com Deus.

O Proama deve atender 95% da população urbana da capital amazonense, ao final de sua implantação. As obras devem ser concluídas em junho de 2010.

Educação escolas de tempo integral

Durante seu governo, Braga criou o Centros Educacionais de Tempo Integral (CETIS). 14 Centros estão sendo construídos – 13 em Manaus e um em Parintins – e já começam a ser entregues à população neste início de 2010.

Cada CETI é construído e equipado com 24 salas de aulas climatizadas, laboratórios de informática, laboratório de ciências, biblioteca, piscina semi-olímpica, campo de futebol, quadra poliesportiva, refeitório e demais recursos para atender, na modalidade de Tempo Integral, a uma média de mil alunos, cada. Cada CETI tem investindo de aproximadamente sete milhões de reais.

Avenida das Torres

Com investimento de R$ 30 milhões, a Avenida das Torres interligará o bairro Cidade Nova, zona Norte, aos bairros do Aleixo e Coroado. A obra representa o maior investimento nos últimos dez anos neste setor na capital amazonense.

Após a visita técnica nesta terça-feira (30), Braga anunciou o adiamento na entrega da obra, prevista para fevereiro. A obra será entregue em junho.

Jovem Cidadão

Criado em novembro de 2007 para garantir ação integral nas escolas, o projeto Jovem Cidadão realiza, no contra-turno escolar, atividades esportivas, culturais, profissionalizantes e de lazer.

Em Manaus, 91.543 jovens na faixa-etária de 12 a 20 anos integram o projeto em 138 escolas estaduais, localizadas nas seis zonas urbanas da cidade. No interior são 29.385 jovens beneficiados, de 75 escolas, dos municípios de Manacapuru, Maués, Parintins, Tefé, Benjamim Constant,
Atalaia do Norte, Itacoatiara e Tabatinga.

Meio Ambiente – Ações Internacionais

A importância das florestas para a manutenção do clima mundial passou a integrar a agenda do Governador em diversos eventos ao redor do mundo.
Na Califórnia, no dia 2 de outubro do ano passado, Braga articulou a inclusão da floresta na “Declaração de Soluções Globais para o Clima”, documento final da 2ª Conferência de Governadores sobre Clima Global 2009 – na Rota de Copenhagen. Lá, o governador do Amazonas e a governadora do Pará, Ana Júia Carepa, vão dividir a presidência do Governors’ Climate and Forest Task Force – Força Tarefa (GCF) durante o próximo mandato. Eles substituem o antigo presidente Arnold Schwarzenegger, governador da Califórnia, Estados Unidos.

A 2ª Conferência de Governadores sobre Clima Global reniu cerca de 2, 3 mil pessoas de mais de 70 estados dos seis continentes, entre governadores de estados, representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) e lideranças mundiais envolvidas com a questão das mudanças climáticas.
Em Mônaco, no dia 18 de setembro de 2009, Braga esteve com o príncipe Albert II, de Mônaco, com Jean-Michel Cousteau, com o papa Bento XVI e com autoridades Russas para falar do trabalho de preservação desenvolvido no Amazonas e para estabelecer parcerias comerciais.

Em Moscou, a missão governamental do Amazonas buscou estreitamento das relações comerciais dentro do bloco econômico BRIC, que envolve aquele país, além do Brasil, Índia e China.

Em Dubai, nos Emirados Árabes, Braga participou das reuniões que fizeram parte da Agenda Global do Fórum Econômico Mundial. O evento reuniu mais de 700 especialistas e líderes de empresas, universidades e sociedade civil, alem de representantes de diferentes governos.

Durante reunião dos governadores da Amazônia com o presidente da República em Copenhage, o governador do Amazonas afirmou a Lula que durante as negociações finais na Conferência Mundial sobre o Clima Global, a COP-15, a floresta precisa ser vista como um passivo e o Brasil deve se posicionar como o país que possui este bem, o que o diferencia do resto do mundo.

Gasoduto Coari – Manaus

Durante o seu governo, o Amazonas recebeu vultuosos investimentos do governo Federal, dentre eles, Gasoduto Coari-Manaus. A obra integrante do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), tem uma extensão de 661 km de extensão na linha tronco, que liga Urucu a Manaus, e sete ramais para atendimento às cidades de Coari, Codajás, Anori, Anamã, Caapiranga, Manacapuru e Iranduba. A substituição do óleo diesel pelo gás natural vai, de acordo com o projeto, reduzir em 30% a emissão de gases poluentes e, consequentemente, contribuir para a redução do efeito estufa.

Arena Amazônia

A capital do Amazonas será uma das cidades a receber jogos da Copa de 2014. O projeto do novo Estádio Vivaldo Lima é uma dos requisitos da FIFA. O local será transformado e terá espaço de lazer e shopping, além de ter a capacidade aumentada para 60.000 pessoas. Foi desenvolvido de acordo com os conceitos mais avançados em arquitetura sustentável, por meio do uso de tecnologias avançadas.

Monotrilho / Metrô De Superfície

Estimado em R$ 995 milhões, o Monotrilho é a opção de sistema de transporte adotada pelo Governo do Amazonas para atender a crescente demanda de usuários de transporte coletivo da capital. O empreendimento será capaz de atender 170 mil pessoas/dia. Deve ser concluído em 2013.
Educação à distância – Centros de Mídias

Em 2007, o governo do Amazonas implantou o Centro de Mídias de Educação do Amazonas. O projeto utiliza novas tecnologias no atendimento a estudantes de comunidades rurais.

O Centro de Mídias ganhou o Prêmio Learning Impact Awards, em cerimônia realizada em Barcelona, na Espanha, coordenado pela IMS Global Learning Consortium que reconhece os melhores usos da tecnologia como promoção da aprendizagem no mundo. O Centro de Mídias foi selecionado como projeto finalista disputando com iniciativas inscritas de diversos países concorrendo ao prêmio máximo, cuja avaliação final foi consolidada na quinta-feira, na Conferência Mundial da IMS, em Barcelona.
O projeto beneficiou mais de 750 comunidades rurais e conta com mais de 20 mil estudantes atendidos.

Prosamim

Considerado um dos maiores programas de habitação do País, o Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) foi criado para viabilizar a saída de pessoas dos igarapés que entrecortam a cidade de Manaus. As áreas foram revitalizadas e urbanizadas. Mais de 8 mil famílias foram beneficiadas com moradias. Alguns conjuntos habitacionais chegam a incluir: Creche, Centro de Convivência, Praças de lazer, Delegacias e SPA.

Saúde

28 de Agosto

No governo Braga, foi construído o novo Hospital 28 de Agosto, com seis andares e 528 leitos, o que irá duplicar sua capacidade. Os investimentos serão de aproximadamente R$ 62 milhões.

A nova estrutura abrigará o primeiro Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) da Amazônia Ocidental, e permitirá a oferta de novas especialidades médicas, como a neurologia e a cardiologia.

No complexo funcionará também uma maternidade para atendimento de casos de alto risco e urgências ginecológicas. A maternidade terá dois andares de 129 leitos, além de UTIs neonatal e materna.

No térreo do prédio principal funcionarão os serviços de urgência e emergência. O primeiro andar será destinado a um centro cirúrgico com seis salas.

Hospital e Pronto Socorro João Lúcio

A unidade de saúde, referência para urgência e emergência de alta complexidade, foi ampliada pelo governo Braga para dobrar a capacidade de atendimento em setores essenciais como UTI, Centro Cirúrgico, Politrauma e Neurologia. O espaço recebeu 75 novos leitos e serviços avançados de diagnóstico e tratamento. O valor total de investimento somou mais de R$ 22 milhões. O Hospital João Lúcio é referência em cirurgia para o trauma em 14 especialidades médicas, incluindo neurologia, cabeça e pescoço, e cirurgia vascular.

Recapeamento Torquato Tapajós

Durante o governo de Braga foi realizada as obras da passagem de nível, da Avenida Torquato Tapajós com a Max Texeira. O investimento é de R$ 5,012 milhões e vai facilitar o escoamento do trânsito nos dois sentidos: bairro- centro, e centro-bairro.

A readequação viária da Avenida Torquato Tapajós se integra com a duplicação das pistas no cruzamento entre a Recife com a Djalma Batista até a entrada da Avenida Professor Nilton Lins próximo ao aeroclube.

Habitação

Por meio da Superintendência de Habitação do Estado (Suhab), nos últimos sete anos, o Governo do Estado entregou mais de 35 mil casas populares. As ações, segundo a assessoria, foram desenvolvidas para famílias que possuem renda inferior a 3 salários mínimos.

Além de todos estes projetos do Governo do Amazonas, o Governo Federal lançou o programa Minha Casa Minha Vida, destinando 22 mil unidades habitacionais para o Estado do Amazonas. Deste montante, 14 mil serão construídos pelo Governo do Estado e o restante, por empresas privadas. Somados a quantidade de moradias, o Estado do Amazonas terá cerca de 33 mil unidades habitacionais construídas nos próximos anos. Serão mais de 150 mil famílias beneficiadas com o sonho da casa própria.
Em fase de licitação e análise de crédito, tem ainda outros 5 empreendimentos no interior do Estado.

Os municípios atendidos são: Barcelos, Iranduba, Jutaí, Urucurituba e Presidente Figueiredo.

Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira

Com capacidade para 11.800 pessoas, a arena foi inaugurada em setembro de 2006. Ainda sem nome oficial, recebeu o Sul-Americano Juvenil de Vôlei, tendo como campeão o time brasileiro.

Em 2007, recebeu o nome oficial (Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira) e sediou a Copa América de Vôlei, que teve como campeões os Estados Unidos vencendo o time reserva do Brasil por 3 sets a 2.

O local também recebe eventos artísticos e religiosos, além de shows internacionais e eventos infantis.

Parque Senador Jéfferson Péres

O parque temático recebeu o nome de um grande homem político do estado do Amazonas. A obra marcao início da restauração e preparação de Manaus para a Copa de 2014, por meio do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus, que ajuda a recuperar os igarapés, valoriza e resgata a qualidade de vida das pessoas.

São 53 mil metros quadrados, cercado de verde, área de lazer e de convivência onde é possível encontrar o primeiro orquidário de Manaus, além de monumentos referentes a Belle Époque.

Palacete Provincial

O Palacete Provincial, conhecido por mais de cem anos como Quartel da Polícia Militar, retomou sua denominação original e foi restaturado pela Secretaria de Cultura, no governo Braga. No local encontra-se os Museus do Estado: Museu de Numismática, Museu da Imagem e do Som do Amazonas, Pinacoteca do Estado, o recém criado Museu de Arqueologia e o Museu Tiradentes, Ateliê de Restauro de Obras de Arte e o Ateliê de Papel.

Zona Franca Verde

Zona Franca Verde (ZFV) é um programa de desenvolvimento sustentável, com geração de emprego e renda aliado à conservação da natureza. O programa é voltado para a população do interior.

O ZFV consiste em promover o desenvolvimento sustentável do Estado do Amazonas, a partir de sistemas de produção florestal, pesqueira, agropecuária a atividades de turismo.

Largo São Sebastião

Inaugurado em 2004, o Centro Cultural Largo de São Sebastião é um espaço criado e mantido pelo Governo, por meio da Secretaria de Cultura, com a finalidade de resgatar a cidadania através da arte. Tal empreendimento, além de democratizar a arte, proporciona aumento da renda para a classe artística. Compõem esse espaço o Teatro Amazonas, a Casa Ivete Ibiapina, a Casa do Restauro, a Casa J. G. Araújo e a Casa das Artes.

Centro da Família

O Programa de Atenção Integral à Família (PAIF) é um serviço continuado de proteção social básica desenvolvido nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), mais conhecidos como “Casas da Família”. Esses Centros são espaços físicos localizados estrategicamente em áreas de pobreza. O CRAS presta atendimento socioassistencial, articula os serviços disponíveis em cada localidade, potencializando a rede de proteção social básica.

Região Metropolitana de Manaus

No ano de 2007 ocorreu a criação da Região Metropolitana de Manaus (RMM), englobando os municípios de Manaus, Iranduba, Novo Airão, Careiro da Várzea, Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Presidente Figueiredo e Manacupuru. O projeto foi criado com o intuito de garantir o planejamento e a execução integrada de funções públicas de interesse comum dos referidos municípios.

Centro Cultural Povos da Amazônia

O Centro Cultural Povos da Amazônia também foi elaborado pela gestão de Eduardo Braga. O local é um espaço voltado à pesquisa, educação e entretenimento, totalmente dedicado à Amazônia e a seus habitantes.

O Centro fica localizado na antiga Bola da Suframa, no Distito Industrial, zona Leste da cidade.

Ponte Benjamin Constant

A ponte de ferro centenária Benjamin Constant foi recuperada como parte do projeto de da revitalização dos espaços próximos aos igarapés de Manaus e Bittencout e está inserida no contexto do Largo do Igarapé Mestre Chico. A ponte foi restaurada mantendo todas as características do projeto original com reforço estrutural que permitirá o trânsito de veículos leves e pesados.

Cultura

Além da revitalização dos espaços culturais, o governo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, apoiou a realização de diversos festivais que não só divulgaram o Estado, como atraiu turistas para a capital, como Festival de Ópera do Amazonas, Festival de Jazz, Festival de Teatro da Amazônia, Amazonas Film Festival, além do Festival Folclórico de Parintins.

Economia

O Polo Industrial de Manaus, maior concentrador de empregos diretos e indiretos no Amazonas, recebeu investimentos do governo do estado por meio de incentivos e renúncia a impostos, onde diversas empresas e trabalhadores foram beneficiados com mais geração de emprego e renda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas