Pregão eletrônico gera economia de R$ 1,4 mi à PC.

A Polícia Civil de Alagoas economizou R$ 1,4 milhão com o pregão eletrônico nos cinco primeiros meses de 2010. O valor é a diferença de 48,35% entre o preço de referência – o preço máximo aceito pela Administração por cada produto ou serviço – e o que efetivamente foi contratado após a disputa on-line entre os fornecedores.

O pregão eletrônico do Governo Federal é realizado através do portal http://www.comprasnet.gov.br/ e funciona como um leilão reverso no qual a disputa ocorre com o envio sucessivo de lances pela internet. O vencedor é aquele que oferecer o menor preço.

Desde que assumiu o cargo, o delegado-geral Marcilio Barenco tem dado todo o suporte logístico e investido na capacitação e desenvolvimento dos agentes responsáveis pela realização dos pregões eletrônicos no âmbito da Policia Civil.

Hoje a Comissão Permanente de Licitação (CPL) é referência no Estado e foi a primeira a utilizar o sistema Comprasnet do governo federal nas aquisições e contratações, e tem como pregoeiros os servidores Washington Luiz e Patterson Cabral.

Foram finalizados processos importantes para o funcionamento da atividade policial, como material de construção para melhorias nas estruturas físicas de delegacias e aquisição de 100 computadores para dar condições de informatizar as delegacias de polícia e pneus automotivos para toda frota.

Foi licitado também serviço de manutenção e fornecimento de peças para toda a frota da Policia Civil, serviço este que proporcionará uma efetiva conservação dos veículos pertencentes à instituição.

Segundo o presidente da comissão, Washington Luiz, “temos a pretensão de estarmos com nossa demanda licitada até julho deste ano; estão em andamento processos licitatórios para aquisição de coletes balísticos e gêneros alimentícios, entre outros”.

Ele revela ainda que houve uma economia considerável nos pregões o que possibilitará a utilização dos recursos em outras ações. “Foram 15 pregões eletrônicos realizados em cinco meses de muito trabalho para podermos alcançar os resultados apresentados e a modalidade de pregão eletrônico vem sendo a modalidade mais utilizada no Estado”, completou.

Além da redução de custos para a administração, ele destacou também outros benefícios do pregão eletrônico como agilidade devido à simplificação do processo de contratação, segurança, transparência e a democratização das licitações públicas já que ocorrem pela internet. Isso diminui o custo das empresas e facilita a participação nas licitações de empresa de outros Estados.

“Este resultado alcançado permite a administração institucional um planejamento eficaz, seguro e realista, proporcionando ao Estado-administração uma visão mais clara da Polícia Civil sobre suas necessidades materiais na prestação de um serviço público de qualidade”, conclui a coordenadora Setorial de Gestão Administrativa e de Finanças da PC, delegada Fabiana Leão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas