Prefeitura retoma desassoreamento de rios.

Trabalho pode ajudar a evitar enchentes; retomada foi possível por plantio de mudas

A dragagem dos córregos de Ribeirão Preto para evitar assoreamento foi retomada ontem após cinco meses de interrupção e deve seguir de forma intensiva para evitar enchentes durante o período das chuvas. A suspensão foi pedida pelo Ministério Público Estadual, que constatou em maio que a Prefeitura despejava lama negra (barro com resíduos de esgoto) em áreas ilegais.

A retomada foi liberada com a publicação ontem de licitação para o plantio de 10.001 mudas em áreas de preservação permanente (APP). A indenização verde (cuja manutenção deve durar dois anos) e o licenciamento ambiental de uma área foram exigências da Promotoria para que o procedimento voltasse a operar.

“Com a publicação, estamos liberados a usar as máquinas e limpar tudo”, disse o secretário de Infraestrutura, Iussef Miguel Iun, o professor Zezinho. A nova área fica na Via Norte e receberá sedimentos de oito corpos d’água (Retiro Saudoso, Ribeirão Preto, Laureano, Catetos, Campos, Seco, Nova Aliança e Tanquinho).

De acordo com Ana Cristina Delgado Moreira, diretora de manutenção, a dragagem retira a grama e os sedimentos, ajudando a água a fluir. Ontem, a operação foi feita em três trechos: no Retiro Saudoso, onde peixes se acumularam em frente a uma escola particular, no Ribeirão Preto, perto da Câmara, e na barragem de Bonfim Paulista.

“Trabalharemos todos os dias porque estamos atrasados. Mesmo que as chuvas tenham se antecedido este ano, o mais bravo ainda está por vir”, disse Emerson Nunes do Egito, chefe de divisão. O secretário de Meio Ambiente, Joaquim Rezende, disse que a questão vinha de outros governos. “Veio à tona agora que descobrimos que tínhamos essa área para licenciar. A empresa estava contratada desde o ano passado, mas teve que parar no começo do ano. Tomamos as providências assim que descobrimos os Termos de Ajustamento de Conduta (TACs) que estavam assinados pela Prefeitura”, disse Rezende. A conta do plantio e da manutenção ficará ao encargo da Infraestrutura. (DC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas