Prefeitura Promete Retomar Obra do Centro Comunitário do Spina

Depois de três anos obra no bairro Giuseppe Spina deve ter nova licitação

Prefeitura Promete Retomar Obra do Centro Comunitário do Spina
OBRA completará três anos agora em novembro e ainda continua na fase inicial

A Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Planejamento, afirma que será reaberta licitação para que obra do Centro Comunitário, do bairro Giuseppe Spina, seja retomada. A obra completará três anos no mês que vem, lembrando que teve o início em novembro de 2012. A construção é realizada na avenida Angelo D´Amigo Raimundo esquina com a rua Joana Palmeira de Lima.

O impasse entre a prefeitura e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU) acontece há anos, já que a obra era para ser entregue em maio de 2013.

“A empresa que iria executar a obras (licitação desenvolvida na administração passada) desistiu e agora foi feito uma readequação do orçamento e será aberta nova licitação. O projeto continuará o mesmo”, informa a prefeitura.

De acordo com a assessoria de imprensa da Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU) a Prefeitura de Catanduva pediu rescisão do convênio de repasse de recursos para a construção do centro comunitário.

A obra está inacabada devido impasse entre a prefeitura e a Construtora CPF, que era a empresa responsável pela execução. No final do ano passado a prefeitura foi questionada sobre a atual situação da obra, e por meio da assessoria de comunicação, o setor de Obras e Serviços informou que continuava mantendo contatos permanentes com a CDHU para resolver o impasse jurídico para assim dar continuidade a obra. Porém, o setor não tinha ainda uma data prevista para resolver esse impasse.

VERBA LIBERADA

A Prefeitura e a CDHU divergem sobre o pagamento feito à empresa. Enquanto o Chefe do Executivo Geraldo Vinholi afirma que não foi pago nenhum valor à CPF construtora, a CDHU argumenta que foram liberados 12,25% do valor da obra.

ENTENDA

A CDHU é o órgão responsável em repassar o valor do investimento para a construtora que faria a obra. Segundo informações da CDHU, a Prefeitura de Catanduva é a responsável pela licitação. A CDHU deu a Ordem de Início de Serviço, em 14 de fevereiro de 2013. Em junho do mesmo ano foi feito a primeira medição e liberado um valor referente à primeira etapa da construção, ou seja 12,25%.
E, desde novembro de 2013, a CDHU vem notificando a prefeitura e pedindo satisfação do motivo do abandono da obra. O valor exato do investimento era para ser de R$ 1.397.438,47.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas