Prefeitura promete implantar ciclovia às margens da linha férrea

Executivo de Presidente Prudente pretende contar com verba federal.
Série de reportagens especiais produzida pelo G1 chega ao fim.

Prefeitura promete implantar ciclovia às margens da linha férrea
Prefeitura promete implantar projeto de ciclovia às margens da linha férrea (Foto: Heloise Hamada/G1)

Com aproximadamente 2,6 quilômetros de extensão, a Rua Mendes de Moraes corta uma porção significativa de bairros na zona leste de Presidente Prudente, como a Vila Marina, a Vila Mendes, a Vila Iti, a Vila Brasil, a Vila Flores, a Vila Líder, a Vila Paulo Roberto e o Jardim Brasília. A via fica em um traçado paralelo à linha férrea, local onde há uma grande concentração de usuários de drogas e moradores de rua. Mas também carrega histórias. Assuntos como segurança, vivência, ações sociais, superação e planejamento urbano foram destacados em uma série com seis reportagens do G1 sobre aquela região de Presidente Prudente. A última reportagem da série traz, neste domingo (27), planejamentos e respostas sobre a situação no local.

Até fevereiro de 2016, a Prefeitura de Presidente Prudente pretende dar início às obras de uma nova ciclovia, que deve margear aproximadamente 11 quilômetros da linha férrea.
Conforme o secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Rodnei Rena Rodrigues, R$ 5 milhões já foram liberados para os serviços. A previsão é de que uma licitação seja aberta nas próximas semanas.
O secretário explicou ao G1 que o Poder Executivo “conseguiu a verba junto ao governo federal e a ALL [América Latina Logística] liberou que a prefeitura fizesse essa ciclovia”.
“Então, ciclistas terão acesso e até mesmo pedestres poderão andar com mais segurança na margem de todas as ruas Alvino Gomes Teixeira e Mendes de Moraes”, argumentou.
Prefeitura promete implantar ciclovia às margens da linha férrea
Implantação da ciclovia contará com recursos do governo federal (Foto: Heloise Hamada/G1)

Todas as partes de iluminação e limpeza devem ser contempladas pelo projeto que está em planejamento há quase dois anos. “Vai haver uma melhoria em toda a linha [férrea]”, salientou Rodrigues. “O dinheiro já está liberado. O projeto já está com a Caixa Econômica Federal para avaliação e estamos aguardando essa liberação, pois é feito junto à Caixa, que faz uma vistoria no projeto, nas planilhas de custo e que, estando de acordo, libera”, explicou.
“Com essa ciclovia, tenho certeza de que essa parte da Mendes vai melhorar 100%. Com ela, também vêm melhorias na iluminação e as pessoas começam a ter um local mais limpo e adequado”, salientou o secretário ao G1. “Vai valer a pena e vai valorizar aquela área”, argumentou, ainda.
A briga por melhorias na extensão da linha férrea – que abrange o trecho da Rua Mendes de Moraes – é antiga. “A gente tem brigado bastante, o Ministério Público também tem ido em cima da ALL para voltar a ferrovia, mas está difícil”, comentou o secretário.
Rodrigues reconheceu que há muitas reclamações relacionadas àquele local e ressaltou que a Rumo ALL é sempre notificada. “Eles vêm, limpam um pedaço, depois deixam e assim vai. A Prefeitura tem tentado manter o mais limpo possível”, alegou. “Há cerca de um mês estivemos no local realizando limpeza e poda, junto à Secretaria do Meio Ambiente, e melhoria da iluminação no pontilhão da Avenida Tancredo Neves, que é uma área possível. Agora na outra parte, temos de notificar e a ALL fazer a parte dela”, informou.
No entanto, ele ainda ressaltou que é preciso consciência da população, já que os problemas também estão relacionados ao lixo dispensado às margens da via e da linha férrea. Ele explicou que os custos com a limpeza acabam aumentando, pois as equipes precisam retornar várias vezes ao mesmo local, fator que também atrasa o cronograma que contemplaria outras áreas da cidade. “Precisamos ter união entre a população e o órgão público, para que as pessoas possam ter um local melhor”, frisou.
Prefeitura promete implantar ciclovia às margens da linha férrea
Segundo a Prefeitura, projeto da ciclovia já está na Caixa Econômica Federal (Foto: Heloise Hamada/G1)

Meio ambiente
Já o secretário municipal do Meio Ambiente, Wilson Portella Rodrigues, explicou que quando a população reclama sobre a situação do local a Prefeitura notifica a ALL, empresa que administra aquela área. “Temos tomado a iniciativa, principalmente próximo à calçada da Mendes de Moraes, de fazer a poda das árvores e limpeza do espaço próximo à calçada, onde as pessoas passam”, disse. O secretário ainda explicou que tenta “manter as árvores próximas à Mendes podadas, com copa levantada, para dar mais segurança às pessoas que passam pela via”.
É um espaço muito extenso que margeia quase toda a parte central da cidade – praticamente da Vila Marcondes até o Distrito Industrial, conforme o secretário. A Prefeitura já tem um convênio assinado para a construção de uma ciclovia. “A nossa preocupação no setor é dar uso àquele espaço central da cidade e, com isso, reduzir a proliferação de insetos e animais e também na questão que serve de lugar para desocupados e pessoas que consomem drogas. Não podemos entrar na parte da ALL, que é um impedimento legal”, destacou. “Lá tem de tomar uma atitude o mais urgente possível, que é penalizar esta empresa que mantém um cinturão dentro da cidade com matagal e com espaço da ferrovia abandonado. Quando há notificação, passado um tempo, a empresa vem e faz a limpeza. Sempre que chega reclamação, a gente faz essa notificação para que seja feita a limpeza do terreno que margeia a ferrovia. Mas é esporadicamente e deixa a população vizinha sofrendo com essa proliferação de insetos e concentração de desocupados”, colocou o secretário.
Prefeitura promete implantar ciclovia às margens da linha férrea
Prefeitura alega que notifica a ALL sobre os problemas no local (Foto: Heloise Hamada/G1)

Sobre o abandono do local, o secretário disse que a ALL nada alega, apenas manda equipes quando há notificação. “O serviço deveria ser feito quinzenal ou mensalmente. Não deixar para realizar semestralmente, ou de quatro a cinco meses. É muito tempo com um matagal alto. Vamos tentar fazer uma recuperação e podas de ponta a ponta da Mendes de Moraes”, salientou.
Wilson Portella Rodrigues ainda explicou que há um trabalho conjunto. A Secretaria Municipal de Assuntos Viários e Cooperação em Segurança Pública (Semav) localiza onde há pontos com galhos e troncos de árvores ou outros materiais que impactam no trânsito, a Secretaria de Obras auxilia na recuperação do local, a Companhia Prudentina de Desenvolvimento (Prudenco) também auxilia na limpeza e a Secretaria do Meio Ambiente na poda e no recolhimento de entulhos que ficam na calçada.
“Há uma prática que temos tentado flagrar que é o indivíduo depositando lixo no setor que margeia a linha férrea. Pedimos para que, se alguém verificar essa ação, faça denúncia para tomarmos uma atitude e penalizar essa pessoa”, disse.
Prefeitura promete implantar ciclovia às margens da linha férrea
Prefeitura reconhece que a situação na área da ALL exige uma atitude urgente (Foto: Heloise Hamada/G1)

Outro lado
A ALL, por meio de nota, esclareceu ao G1 que “a empresa mantém um cronograma de limpeza e roçada periódica na faixa de sua responsabilidade”. “A execução dos trabalhos em Presidente Prudente deve ocorrer nas próximas semanas. Em muitos casos, a empresa antecipa este cronograma em função da solicitação da comunidade”, destacou.

Prefeitura promete implantar ciclovia às margens da linha férrea
Previsão é de que a licitação para a ciclovia seja aberta nas próximas semanas (Foto: Heloise Hamada/G1)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas