Prefeitura não tem data para contratar empresa responsável por limpeza da Lagoa Maior

Principal cartão postal do município de Três Lagoas está acumulando lixo

Limpeza não tem sido suficiente na Lagoa Maior (Foto: Expressão MS)
Limpeza não tem sido suficiente na Lagoa Maior
(Foto: Expressão MS)

A Prefeitura de Três Lagoas ainda não tem data definida para abrir o processo de licitação para contratar uma empresa de limpeza para realizar a manutenção da Lagoa Maior, principal cartão postal da cidade. No mês passado, a assessoria de comunicação da Administração Pública havia informado que o setor de licitação abriria o processo entre o dia 3 e 4 de novembro, porém, na manhã desta quarta-feira (5) o setor informou ao Expressão/MS que ainda não tem previsão de quando será iniciado o processo licitatório.
Atualmente, não há uma empresa responsável pela Lagoa Maior, o que tem gerado acúmulo de lixo no local. Segundo Ana Paula Mendes, diretora de educação ambiental, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a Prefeitura tem contado apenas com o apoio de uma empresa que limpa o local pelo menos duas vezes por semana, porém, não é o suficiente para mantê-la limpa.
Conforme o ambientalista Manuel Pimenta de Queiroz Neto, a limpeza não tem sido suficiente e falta a realização de campanhas educativas, por parte da Administração Pública, para que a população que frequenta o local se conscientize da importância em manter o principal cartão postal da cidade limpo. “É preciso realizar campanhas e intensificar as fiscalizações, além de punir quem joga lixo em locais públicos”, sugeriu.
Há uma mês a Associação Amigo da Lagoa realizou um mutirão para limpar o local e retirou uma média de meia tonelada de lixo. Segundo Pimenta, que faz parte da associação, foi necessário utilizar uma caminhonete que deu quatro viagens lotadas de lixo. “Tinha muito lixo e esse total foi retirado somente da superfície da lagoa e ao redor dela”, disse destacando que todos os sábados os integrantes da Associação dos Amigos da Lagoa para limpar o local.
Além da limpeza, os integrantes estão confeccionando lixeiras para distribuir na Lagoa, que segundo Pimentel, as que têm não são o suficiente. “Há poucas lixeiras e a maioria é pequena e está quebrada”, completou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas