Prefeitura de SP gasta 8,3% da verba contra enchentes

A prefeitura de São Paulo não usou toda a verba destinada ao combate de enchentes nos nove primeiros meses deste ano. Na quinta-feira, durante vistoria às obras de reconstrução das galeria de águas pluviais da Água Branca, na zona oeste, o prefeito Gilberto Kassab (PSD) admitiu que as demais intervenções previstas no Orçamento deste ano ficarão para 2012. Segundo dados da execução orçamentária atual, a reserva de recursos mencionada por Kassab alcança apenas 22% do total previsto para o combate às enchentes na capital. Dessa verba, só 8,3% foram gastos efetivamente – ou R$ 57,1 milhões de um total de R$ 683 milhões. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Apesar disso, Kassab disse que a cidade está “bem preparada” para enfrentar as chuvas do verão. “O importante é que o recurso está reservado. Agora, é uma questão de definir projeto, de fazer a licitação e depois fazer a obra. Temos a expectativa de que, em dois anos, teremos tudo solucionado em relação a todas as intervenções”, disse. Os serviços mais prejudicados pela falta de investimentos estão relacionados à drenagem das águas das chuvas e à limpeza mecânica de córregos. Áreas que comumente alagam, como a Bacia do Anhangabaú, no centro, não foram contempladas com obras. Nem as obras da galeria da Rua Germaine Burchard, na Água Branca, zona oeste, ficarão prontas até o próximo verão, a tempo de evitar alagamentos na região da Lapa. A reconstrução do sistema, que aumentará a capacidade de escoamento de água, só deve acabar após o verão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas