Prefeitura de Mogi publica licitação para construir mirante no Pico do Urubu

A Secretaria Municipal de Obras abriu ontem licitação para escolher a empresa que irá construir o mirante do Pico do Urubu, um dos pontos mais visitados da Serra do Itapeti, em Mogi das Cruzes. Sem detalhar como o serviço será executado, a Prefeitura divulgou que o local deverá receber amplo estacionamento, centro de apoio ao turista e deck.

O projeto tem como objetivo melhorar a infraestrutura de um dos principais pontos turísticos do Alto Tietê. O edital prevê a implantação de estacionamento em piso intertravado, com vagas delimitadas para automóveis e motos, além de canteiros para compor o paisagismo do espaço.

O centro de apoio ao turista deverá servir de abrigo para posto de informações ao turista e divulgação dos eventos culturais do município. Já os decks e o mirante serão de madeira rústica para melhorar a visibilidade e conforto dos usuários, inclusive potencializando o interesse turístico do ponto também muito procurado para a prática do voo livre.

O valor dos serviços está estimado em R$ 444 mil, sendo R$ 438.750,00 a serem pagos pelo governo federal e R$ 5.250,00 pelo município, como contrapartida financeira.

As empresas de engenharia especializadas nesse tipo de construção poderão entregar os envelopes com a documentação e propostas na Secretaria Municipal de Gestão Pública, à Avenida Vereador Narciso Yague Guimarães, 277, 1º andar, até as 8h30 do dia 24 de maio. A abertura das propostas ocorrerá em seguida, às 9 horas.

História

No passado, o Pico do Urubu possuía uma rampa para saltos de asa delta, que foi retirada após ação do Ministério Público, por causa da insegurança e falta de fiscalização no local.

Mas atividades de voo livre são realizadas rotineiramente, especialmente aos finais de semana. Mesmo com a falta de estrutura, como banheiros, o alto da serra ganhou mais visitantes em busca das belezas naturais e da peculiaridade desse posto de observação com visão privilegiada de Mogi e cidades próximas (dependendo da visibilidade do dia escolhido pelo turista).

O crescimento do número de turistas, ciclistas e montanhistas interessados nas trilhas que entrecortam esse trecho remanescente da Mata Atlântica trouxe problemas, sujeira e situações inadequadas, como uso da área para camping.

A Prefeitura tomou algumas providências, como a construção de uma escada de acesso ao ponto mais alto do Pico do Urubu, e a permissão de uso para o comércio de bebidas e frutas. Nada que consiga, no entanto, suprir as necessidades impostas pelo atual número de frequentadores, especialmente em dias ensolarados.

O Diário solicitou entrevista sobre a licitação para construção do mirante e questões pontuais, como a fiscalização aos acampamentos, a melhoria do acesso de parte da estrada que leva ao Pico do Urubu, e a previsão de entrega das novidades que irão potencializar o atrativo turístico e de lazer. Mas obteve apenas uma resposta sucinta com informações básicas sobre o projeto acima descrito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas