Prefeitura de Itapecerica da Serra diz que vai regularizar transporte público

Há 15 anos, apenas peruas e EMTU atendem passageiros.
Nova linha de ônibus deve operar em 2011

Itapecerica da Serra (SP) é uma cidade onde o transporte público é exclusivo das peruas e dos ônibus da EMTU, que passam por mais de um município. Há 15 anos, duas cooperativas coordenam o transporte e tudo é irregular e sem contrato. Por causa disso, o Tribunal de Contas do Estado obrigou a prefeitura a regularizar o serviço e só uma cooperativa irá ganhar a licitação. O prazo para sair o resultado é de 30 dias.
Enquanto a resolução não sai e com muitos passageiros reclamando, a prefeitura colocou uma linha de ônibus provisória, do bairro Crispim ao Centro. Na segunda-feira (9), os perueiros interromperam o trânsito, colocaram fogo em pneus e fecharam a Rodovia José Simões de Louro Júnior, que liga Itapecerica a Embu-Guaçu. A manifestação aconteceu porque os profissionais não querem ser substituídos.

De acordo com os perueiros, a prefeitura havia prometido que não ia colocar mais linhas na região. Já a administração municipal informa que está fazendo uma licitação para colocar uma nova linha que irá operar ano que vem, mas a empresa se adiantou e já colocou os ônibus nas ruas.
A prefeitura diz que vai cumprir o compromisso. A proposta é que os perueiros façam parte da cooperativa que vencer a licitação. “Hoje, são filiados a algumas cooperativas do município. Eles devem se filiar nessa empresa que vencer a licitação. Vai ser uma empresa só”, diz João Pereira, secretário municipal de Transportes.
Frota
São 134 peruas, 17 linhas e 20 mil passageiros transportados por dia. O Transporte Alternativo de Itapecerica da Serra (TAIS) funciona sem regulamentação do poder público e as peruas levam e trazem passageiros por todos os bairros da cidade. “Eu prefiro as peruas, porque acho mais fácil”, fala a dona de casa Maria Nazaré da Silva.
Mas tem gente que acha que não é bem atendido, como o aposentado Durval Bezerra. Pela idade, ele deveria andar de graça no transporte coletivo, mas conta que os perueiros não gostam de transportar idosos. “Às vezes, eles não deixam a gente entrar na perua.”

Comentários
  • Eu fico pensando quem e maior benefíciado com isso e eles próprio moro aqui no recreio primavera hoje e domingo e não tem transporte pra nada meu esposo hospitalizado e não tenho como ir pro hospital só pegando um Uber e se por ventura passar uma perua e eu for reclamar sou convidada a descer então por mim pode trocar tudo .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas