Prefeitura de Coração de Maria é ocupada por funcionários demitidos.

Alean Rodrigues l Sucursal de Feira de Santana

O prédio da prefeitura de Coração de Maria (a 104 km de Salvador) foi ocupada no final da manhã de desta terça-feira, 2, por cerca de 200 pessoas. O protesto foi motivado pela exoneração de 186 servidores concursados das áreas de educação, saúde, administrativa e limpeza pública do município.

A destituição dos funcionários, 113 deles professores, ocorreu no dia 21 de janeiro após o prefeito Diego Coronel (PP) alegar irregularidades no concurso público realizado em 2006. Uma das questões apontadas como irregular foi que a empresa que realizou o processo seletivo não havia participado de licitação.

Antes da invasão, os servidores fizeram uma assembleia e logo saíram pelas ruas da cidade em passeata. A manifestação acabou em frente ao prédio da prefeitura, quando decidiram pelo acampamento.

“Tudo isto é mentira, ele já indicou várias irregularidades e nós mostramos que não houve, agora sem que esperássemos ele baixou decreto anulando o concurso”, afirmou o vice presidente da APLB, Joelson Silva.

Além das demissões os manifestantes acusam o prefeito de não pagar os salários há 2 meses e o 13º apenas os professores é que receberam.

“Os servidores foram exonerados dia 21 e até agora não receberam nada. O pior é que o prefeito está substituindo os concursados por contratos temporários, o que está irregular segundo o plano de cargo e salários do município, se o número de vagas disponíveis superar 30% dos número de efetivos, é obrigatório ter concurso e não contratação”, esclareceu Marlede Oliveira, diretora da APLB Regional.

A reportagem de A TARDE tentou falar com o prefeito Diego Coronel e foi informada que ele não estava na cidade. O chefe de gabinete da prefeitura também foi procurado através do celular, mas não atendeu as ligações.

Comentários
  • Já o concurso de 2016 para a guarda patrimonial o gestor não que chamar ninguém isso é estranho teve gente que entrou com mandato de segurança cabe ao ministério público investigar de perto o caso concreto, que o tempo dos coroneis acabou apos a democracia, devemos seguir o que é ético e moral e o povo deve se unir para que cada vez mais a corrupção seja eliminada e esse tipo de atitude desestimula o crescimento do País.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas