Prefeitura acata decisão da Justiça e cancela licitação de Zona Azul em MG

Esta é a 3ª suspensão da concorrência de empresa para administrar área. Icasu pediu o adiamento à Justiça. Prefeitura informou que vai recorrer.

Icasu entra na Justiça e desmarca licitação (Foto: Reprodução/TV Integração)
Icasu entra na Justiça e desmarca licitação
(Foto: Reprodução/TV Integração)

Por determinação judicial, a Prefeitura de Uberlândia cancelou pela terceira vez a licitação para contratar a empresa que vai administrar a Zona Azul eletrônica na cidade. As propostas seriam conhecidas nesta segunda-feira (8). A Instituição Cristã de Uberlândia (Icasu), que tem interesse em participar da concorrência, recorreu à Justiça e conseguiu um mandado de segurança impedindo a abertura dos envelopes. Seriam lidas as propostas das seis empresas que tinham comprado o edital. A Prefeitura informou que vai acatar a decisão da Justiça, mas vai recorrer para retomar os processos licitatórios referente a Zona Azul.
Segundo o juiz João Ecyr Mota, as regras do edital contrariam a legislação da concorrência pública. É a terceira suspensão da concorrência, as outras duas vezes foram em março e julho. Nas três vezes a interrupção da concorrência ocorreu devido a questionamentos feitos por empresas interessadas em participar da disputa. Segundo diretor da Icasu, Antônio Naves, o edital lançado pela Prefeitura tem várias irregularidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas