Prefeitura abre licitação para projeto de captação de água no rio Tanque

Rio Tanque pode resolver o problema de abastecimento de água em Itabira por pelo menos 30 anos
Rio Tanque pode resolver o problema de abastecimento de água em Itabira por pelo menos 30 anos

A Prefeitura de Itabira abriu licitação, tipo concorrência pública, para contratar empresa responsável por elaborar os projetos básico e executivo de captação de água no rio Tanque. As empresas interessadas devem enviar os envelopes com proposta e documentação até o dia 20 de novembro. Para adquirir o edital, cada empresa deve pagar R$ 50,00. O aviso de licitação foi publicado na edição desta segunda-feira, 29 de setembro, do Diário Oficial do Município.
A captação de água no rio Tanque, segundo técnicos do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), resolverá o problema de abastecimento de Itabira pelos próximos 30 anos, pelo menos. Esta é a terceira licitação aberta pela Prefeitura para fazer o projeto executivo. Nas duas anteriores, nenhuma empresa se interessou. A Prefeitura adicionou, então, mais R$ 1 milhão à verba de R$ 1,2 milhão do PAC2, e o novo edital foi lançado.
Após a definição da empresa vencedora do processo licitatório, a estimativa é que o projeto fique pronto em 15 meses. A partir daí, o município buscará recursos para construir a obra de fato, que deve custar pelo menos R$ 50 milhões. O prazo de execução das obras deve ser de 24 meses.
O local de captação fica a 18 km da sede do município e o trecho tem um relevo bastante acidentado. De acordo com Jorge Borges, diretor técnico do Saae, o rio pode fornecer a Itabira 1300 litros por segundo de água sem barragem, muito acima do que a cidade precisa atualmente. Por se tratar de um projeto grande e com inúmeros desafios técnicos e burocráticos, não é possível prever quando a obra ficará pronta.
Projetos de curto prazo
Além do rio Tanque, outros dois projetos de captação de água estão em andamento em Itabira. Um deles, o do rio de Peixe, deve ficar pronto no meio do ano que vem. O rio de Peixe adicionará 60 l/s ao atual sistema de abastecimento do Saae. O da barragem Santana tem previsão de captar 100 l/s e está um pouco mais atrasado. O projeto executivo já foi elaborado, mas teve de ser adaptado. De acordo com Jorge Borges, a licitação para as obras precisa ficar pronta ainda este ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas