Prefeitura abre licitação para comprar passagens.

Medida é tomada após recomendação do MP por compras irregulares

Bruno Mestrinelli
Agência BOM DIA

A prefeitura publicou no diário oficial desta terça-feira a abertura de licitação para comprar passagens de ônibus de ida e volta para São Paulo. São ao todo 2.784 bilhetes, que serão usados para tratamento de pacientes de Bauru na Capital.

A passagem é concedida gratuitamente ao paciente, desde que o tratamento a que ele se submete não tenha profissionais da área oferecendo atendimento na cidade.

Em janeiro, o BOM DIA denunciou a compra de 6 mil passagens sem licitação do Expresso de Prata, para São Paulo, Botucatu, Campinas, Marília e Sorocaba.

A administração alegou que a empresa detém o monopólio das linhas, o que não é verdade, já que a empresa Reunidas também opera entre Bauru e São Paulo. O monopólio existe nos outros trechos.

Após investigação do Ministério Público, o promotor Fernando Helene pediu à prefeitura que fizesse processo de licitação para comprar as passagens para a Capital.

O Executivo comprou para a Capital 2.880 passagens sem licitação, gastando R$ 180 mil. O valor unitário pago para o Prata foi de R$ 61,70 na ida e R$ 63,40 na volta. A Reunidas oferecia, à época, passagens a R$ 59,18 na ida e R$ 60,93 na volta.

Uma licitação – mecanismo criado para dar transparência nas compras da administração pública e provocar concorrência e redução de preço – poderia ter resultado em uma economia de R$ 7,1 mil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas