Prefeitos avaliam parceria público privada para asfaltar rodovia no Médio Norte

Fonte: Só Notícias/Marcio Uhde, de Nova Mutum

Uma Parceria Público Privada (PPP) pode ser a solução mais viável para o asfaltamento dos 98 km da rodovia MT-010, entre os municípios de São José do Rio Claro e Tapurah, via Nova Mutum. A conclusão é resultado de uma reunião, na sede da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM). Prefeitos dos três municípios estiveram reunidos com representantes da bancada federal e lideranças regionais para tratar do assunto.

De acordo com parlamentares federais, não há verbas disponíveis no orçamento da União, para 2012, para esta obra. “Os recursos disponíveis seriam para o segmento de turismo, mesmo assim não estariam direcionados para nossa região”, explicou o prefeito Lírio Lautenschlager.

Uma das próximas iniciativas será elaborar, via Aprosoja em parceria com o Instituto Mato-grossense de Economia Aplicada – IMEA, um estudo detalhado sobre o potencial produtivo da região. “Os números precisam ser respaldados por um órgão oficial, de maneira que tenhamos embasamento para pleitear uma PPP”, explicou Lírio.

Hoje, a MT-010 é asfaltada do entroncamento da BR-364, na região de Novo Diamantino, até a cidade de São José Claro. Além do asfaltamento entre São José e Tapurah, o objetivo é dar continuidade às obras, sendo que uma das próximas etapas seria entre os municípios de Tapurah e Ipiranga do Norte. Em julho de 2009, foi criada a Associação dos Beneficiários MT-010 que acompanha o andamento.

Entre São José e Tapurah, pelo novo traçado, são aproximadamente 100km, que já foi todo aberto, levantado e cascalhado. Um dos desafios para efetivar a ligação entre os três municípios é a construção das duas pontes, uma de 60 metros, sobre o rio Marape, e a outra de 140 metros, no rio Arinos. Cerca de 46km estão dentro do município de Nova Mutum, passando no assentamento Pontal do Marape, onde residem 358 famílias.

Na Parceria Público Privada, o Governo do Estado, os produtores rurais e as prefeituras entrariam com recursos para a obra. Quando concluída, uma praça de pedágio cobraria pelo trânsito de veículos. Várias obras semelhantes já existem na região. Uma delas é a MT235 (Rodovia da Produção), que liga os municípios de Nova Mutum e Santa Rita do Trivelato. Outra é a MT449, entre Lucas do Rio Verde e Tapurah.

Os prefeitos destacam que o asfaltamento vai facilitar o escoamento da produção, encurtar distâncias, além de diminuir o fluxo de veículos da BR-163, agindo com uma alternativa de acesso à capital do Estado, além de uma nova rota para quem se dirige em direção aos Estados de Rondônia e Pará.

Participaram deste novo encontro, os prefeitos de Tapurah, Milton Geller e de São José do Rio Claro, Massao Watanabe, Régis Porazzi, que será escolhido presidente da Associação dos Beneficiários da Rodovia MT010, em assembléia, no dia 20 de janeiro, assim como representantes do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Regional do Alto Teles Pires e lideranças regionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas