Prédio do novo abrigo para idosos passa por ampliação e reforma

Da Redação
Agência Pará de Notícias

Eunice Pinto/ Ag. Pará
O novo prédio vai funcionar em uma área de 3.720 metros quadrados, sendo 2.610 m² de área construída
Eunice Pinto/ Ag. Pará
Manoel Alberto Dantas, gerente do Núcleo de Engenharia e Arquitetura, e Heitor Pinheiro, titular da Seas 

As obras de ampliação do prédio que irá abrigar a nova Unidade de Acolhimento à Pessoa Idosa (Uapi) Socorro Gabriel já estão em andamento. A nova unidade, administrada pela Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) irá contar com dois blocos de enfermaria, sala de fisioterapia, setor administrativo, lavanderia e cozinha, restaurante, capela, área de lazer e horta. A previsão para término das obras é março de 2014, com investimento de aproximadamente R$ 1,8 milhão.
Segundo o secretário de Estado de Assistência Social, Heitor Pinheiro, o novo espaço terá a capacidade necessária para abrigar os 50 idosos que atualmente estão no Socorro Gabriel. Ele explica que o prédio atende todos os critérios necessários para a internação dos idosos, inclusive aqueles com alto grau de dependência, que estariam com a saúde debilitada, dificuldades de locomoção, entre outros problemas. “Fizemos uma readequação do projeto, incluindo questões técnicas de acomodações, serviços e espaços para atender a essas necessidades” destaca o secretário.
O antigo prédio do abrigo, localizado na travessa Padre Eutíquio, será interditado por recomendação do Ministério Público do Pará. Segundo o secretário, enquanto as obras do novo prédio não forem concluídas, os idosos serão encaminhados, dentro de 90 dias, para quatro abrigos localizados em Belém, três deles particulares: Abrigo Pão de Santo Antônio, Abrigo São Vicente de Paula, Abrigo João de Deus e a unidade de propriedade do governo, Abrigo Lar da Providência.
Segundo o coordenador do Núcleo de Engenharia e Arquitetura da Seas, Manoel Alberto Leitão, o novo prédio será construído em uma área de 3.720 metros quadrados, sendo 2.610 m² de área construída. Todos os utensílios de enfermaria, copa, cozinha e serviços gerais serão adquiridos pela secretaria e disponibilizados aos servidores do abrigo. “Devemos ressaltar também que o projeto contempla as normas de acessibilidade previstas na lei 10098-2000, de 2007, que determina, entre outras exigências, o uso de rampas, largura ampliada das portas, barras nas paredes para facilitar a locomoção e evitar quedas, banheiros com barras e tamanho ampliado, para que o idoso possa usá-lo individualmente sem precisar de auxílio de um técnico”, destaca o engenheiro civil responsável pelo projeto.
Política de atendimento
Considerando que a Seas trabalha com a população em situação de vulnerabilidade social – identificada de duas formas: pela renda e pela violação de direitos – Heitor Pinheiro destaca que muitos idosos atendidos pelo serviço de acolhimento do estado são encontrados em condição de extrema pobreza e abandonados pelas suas famílias, alguns em situação de maus-tratos.
A partir disso, conforme explica o secretário, a Seas atua em duas vertentes dentro da política de atendimento ao idoso. Uma é de atendimento direto, como é o caso dos abrigos, e a outra é a pesquisa, orientação e convivência com eles. “Para esta segunda linha de ação está prevista a construção de um novo espaço, no distrito de Icoaraci, que será um centro de referência à pessoa idosa, onde ela poderá passar o dia, frequentar atividades e ser orientada sobre seus direitos como cidadão” antecipa Heitor.
Trata-se de uma unidade pública que não irá atuar com a internação, e sim com atividades que envolvem lazer, pesquisa, serviços e orientações para melhorar o convívio dos idosos e suas respectivas famílias. “Nesse centro nós vamos trabalhar no primeiro plano diretamente com o idoso, porém no segundo plano vamos buscar a família e pessoas que se identificam com a causa para que possam nos ajudar como multiplicadores. O que queremos é avançar em pesquisas na área do serviço social e da psicologia, a fim de direcioná-las para o atendimento ao idoso” assevera Heitor, destacando que o espaço também servirá para o treinamento e formação de profissionais que trabalham no ramo, alguns oriundos de prefeituras no interior do estado.
“Já concluímos os primeiros estudos de arquitetura e vamos concluir agora os projetos complementares para só então passarmos para a licitação e iniciar as obras. Esperamos entregar em 2014, quando iremos fechar um conjunto de espaços destinados ao idoso. Dois de atendimento direto e outro para pesquisa e convívio” ressalta.
Texto:
Pablo Almeida – Secom
Fone: (91) 3202-0910 / (91) 8240-2141
Email: pabloc.almeida@gmail.com
Secretaria de Estado de Comunicação
Rodovia Augusto Montenegro, km 09 – Coqueiro – Belém – PA CEP.: 66823-010
Fone: (91) 3202-0901
Site: www.agenciapara.com.br Email: gabinete@secom.pa.gov.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas