PPP para gerir Vapt-Vupt é um projeto em construção, diz Joaquim Mesquita

PPP para gerir Vapt-Vupt é um projeto em construção, diz Joaquim Mesquita

O secretário de Gestão e Planejamento de Goiás, Joaquim Mesquita, destacou  durante audiência pública para discutir a Parceria Público-Privada (PPP) para gerir o Vapt Vupt, que esse é um projeto em construção.

“Ficamos com consulta pública aberta por um mês, estamos realizando esta audiência, exatamente para isso: ouvir a população, os servidores e todos os interessados para chegar ao melhor modelo”, disse Joaquim Mesquita

Na abertura da audiência, o corpo técnico da Segplan apresentou os principais motivos para a adoção da PPP. Entre eles estão a necessidade de investimentos, que serão feitos pelo parceiro privado e estão estimados em R$ 450 milhões, para melhoria da infraestrutura física e tecnológica, criação de canais virtuais de atendimento, expansão da rede para 109 unidades em 94 municípios, e aperfeiçoamento do atendimento.

O estudo, que foi realizado pelo Shopping do Cidadão e ratificado pela Fundação Getúlio Vargas, prevê que a rede Vapt Vupt atinja quase 90% da população goiana. Também calcula que o custo individual de atendimento diminua dos atuais R$ 20, em média, para no máximo R$ 16,50. Este valor, contudo, pode cair durante a concorrência.

De acordo com Joaquim Mesquita, as sugestões que chegaram por meio da consulta pública, pelo canal aberto no site da Segplan, e da audiência pública serão analisadas por uma comissão técnica. A previsão é que o edital seja publicado em novembro e a licitação ocorra em dezembro, para que o parceiro privado passe a atuar ao lado do Governo do Estado em março de 2017.

Desafios

A iniciativa de Goiás de buscar um parceiro privado para gerir o Vapt Vupt segue uma tendência nacional em relação a serviços de atendimento ao público. Ceará, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso, por exemplo, optaram por concessões, terceirizações e PPPs.

Em Goiás, a escolha pela Parceria Público-Privada ocorreu devido à maior capacidade desse modelo garantir investimentos, que mantenham o Vapt Vupt como a maior rede de atendimento direto ao cidadão do País e promovam uma ampla atualização tecnológica.

Para o secretário de Gestão e Planejamento de Goiás, Joaquim Mesquita, o projeto é “inovador e ousado”. Mesquita lembra que haverá uma grande ampliação da área de atuação e cobertura do Vapt Vupt. “A PPP prestará um serviço ao cidadão de maneira ainda mais potencializada”, acredita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas