PPP do lixo descarta verba maior para educação ambiental

A prefeitura recusou a proposta apresentada na Carta de Piracicaba, documento elaborado por ambientalistas, de aumentar o repasse para ações de educação ambiental no contrato de PPP (Parceria Público-Privada) que deve ser firmado para a coleta e a destinação de lixo no município.

A sugestão era que 3% da contraprestação recebida por mês pela empresa parceira fosse destinada a esse tipo de iniciativa, mas o Executivo fechou o valor em 1% no edital da PPP.

“A recusa aconteceu por duas razões: o valor aplicado em educação ambiental pelo município já é bastante significativo e a Sedema já dispõe de uma estrutura própria para educação ambiental, que é o NEA (Núcleo de Educação Ambiental), funcionando no Zoológico e no Mirante”, informou o secretário de Defesa do Meio Ambiente, Rogério Vidal, por meio de assessoria.

Existe também um núcleo, em parceria com o Governo do Estado, no Horto de Tupi. A prefeitura não informou o valor investido atualmente.

A Carta de Piracicaba foi elaborada por representantes de 30 entidades voltadas à proteção ambiental em dois fóruns e continha 47 propostas relacionadas a nove temas.

A prefeitura informou ter incluído seis propostas no edital publicado quinta-feira, um dia antes da resposta ao documento chegar ao Comdema (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente), que coordenou os fóruns.

A principal crítica ao edital estava relacionada ao modelo de pagamento, por tonelada de lixo recolhido. Foi recomendada a mudança para pagamento global. (Solange Strozzi)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas