Pontos de parada do TAV são discutidos em encontro

EPTV.com – Anaisa Catucc

Representantes de cidades que podem fazer parte do percurso do trem de alta velocidade (TAV) que vai ligar Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro, discutiram pontos polêmicos do projeto nesta terça-feira (1°) em São Paulo.

Segundo o secretário de Urbanismo de Campinas Hélio Carlos Jarretta possíveis pontos de parada do trem, no centro da cidade e no aeroporto de Viracopos, são estratégicos e descartou problemas com desapropriação. “São traçados que utilizam já caminhos pré-determinados pela prefeitura e leitos ferroviários antigos e quando chegar ao centro da cidade evidentemente que o trem de alta velocidade vai virar subterrâneo”, afirma o secretário.

O próximo passo é a entrega das propostas de empresas interessadas em participar da licitação. O diretor da Agência Nacional de Transportes (ANTT) disse que o governo não deve prorrogar o prazo.

Nove especialistas internacionais sobre as tecnologias usadas em outros países. A obra deve custar cerca de R$ 33 bilhões. O vencedor da licitação vai ser a empresa ou grupo de consórcio que oferecer a menor tarifa por quilômetro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas