Ponte do Fandango com os dias contados, diz engenheiro do DNIT

A Ponte do Fandango, segundo o engenheiro João Carlos Tonetto, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) de Santa Maria e da BR-153, está com os dias contados, falou em entrevista ao Jornal O Correio. Tonetto, que responde pelas futuras obras de recuperação da ponte, diz que, em um futuro próximo, a travessia irá se tornar apenas um ponto turístico de Cachoeira do Sul. Como técnico, vejo que a ponte, daqui a alguns anos, deve ser desativada, pois tudo o que pode ser feito é paliativo (provisório), explica Tonetto.

O Dnit, a partir de ações na Justiça movidas pelo Ministério Público de Cachoeira,está encaminhando licitação pública para a contratação de uma empresa para as obras de revitalização na ponte. A única providência até agora foi a colocação de placas sinalizando o limite de velocidade, de 40km/h sobre a ponte, há aproximadamente três meses.

São três os projetos para a melhoria do trânsito no local. O primeiro deles é o reforço na estrutura da ponte, para que ela possa suportar qualquer carga. O segundo é para a criação de um maior espaço para circulação de pedestres e ciclistas sobre a ponte. E o terceiro projeto é referente à iluminação.

Atualmente, a pista para pedestres fica à esquerda, no sentido Cachoeira do Sul-BR 290, com um metro de extensão, desde a pista para veículos até a grade metálica. Sendo que no lado direito, são apenas 40 centímetros, espaço insuficiente para o tráfego de pedestres ou ciclistas.

O processo de licitação deve estar no final, afirma Tonetto. O engenheiro acrescenta que, após a contratação da empresa, os trabalhos começarão imediatamente. O engenheiro não soube informar o valor destinado para essas obras de recuperação.

Tonetto sugere à comunidade cachoeirense que se mobilize e peça melhorias na ponte. Ele reforça que todas as medidas que forem tomadas para revitalização da travessia são temporárias. Vamos melhorar a iluminação, mas outra coisa pode estragar nesse meio tempo, finaliza o engenheiro.

O procurador da República em Cachoeira do Sul, Enrico Rodrigues de Freitas, disse que esta ação que obriga o Dnit a reforçar a iluminação da Ponte do Fandango e garantir mais segurança no local é antiga.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas