Plano Safra investirá R$ 1,2 bilhão no setor agrícola do estado

O plano foi lançado nesta terça-feira (8) pelo governador Wellington Dias.

Plano Safra investirá R$ 1,2 bilhão no setor agrícola do estado
Os investimentos fazem parte de um planejamento que projeta um crescimento anual de 10% na produção agrícola piauiense. (Foto:Thamirys Viana)

O governador Wellington Dias lançou, nesta terça-feira (8), em solenidade no Palácio de Karnak, o Plano Safra 2015/2016. O plano é fruto de ações conjuntas entre órgãos estaduais, federais, Sebrae-PI, Serviço de Aprendizagem Rural (Senar), além de instituições financeiras, responsáveis por disponibilizar recursos, por meio de linhas de crédito, para o setor produtivo. Os investimentos são aplicados pelo Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco do Nordeste.

Além dos investimentos aplicados por meio das linhas de crédito, o plano prevê utilização de recursos por meio de convênios, programas e repasses pelas instituições: Codevasf, Conab, Dnocs, Embrapa, Incra, MAPA/SFA-PI, MDS, Superintendência da Pesca e Aquicultura, Delegacia Federal do MDA-PI, Sebrae-PI, Senar, SDR, Interpi, Agência de Fomento e Desenvolvimento do Piauí, Emater, Adapi, Sasc e Ceapi, com o objetivo de alavancar o desenvolvimento agropecuário do estado.

“O Plano Safra é importante no sentido de tornar a produção do Piauí competitiva, gerar emprego e renda e estimular a produção, também, foco voltado para o mercado externo”, declarou o governador Wellington Dias.

O governador destacou que a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) aprovou o projeto de regularização fundiária, que garante o direito ao documento de posse das terras e as condições de segurança para o produtor.

Segundo o secretário estadual do Desenvolvimento Rural, Francisco Lima, os investimentos fazem parte de um planejamento que projeta um crescimento anual de 10% na produção agrícola piauiense. “A produção agropecuária do estado é bastante diversificada, em que se destacam a produção de soja, de cera de carnaúba e mel. Temos uma meta de aumentar a produção agrícola do Piauí em 40% num prazo de quatro anos. Existe um projeto para reunir, em um sistema de Parceria Público-Privada (PPP), pequenos, médios e grandes produtores a fim de fomentar o desenvolvimento da ovinocaprinocultura”, ressaltou o secretário.

Os recursos a serem aplicados pelo plano chegam a R$ 1.294.489.416,20. Os investimentos se somam ao Plano Agrícola e Pecuário e ao Plano Safra, lançados pelo Governo Federal e que resultaram em R$ 28,9 bilhões a serem aplicados na agricultura familiar.

Segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), nos últimos três anos o Piauí registrou produção de 3,4 toneladas de grãos e oleaginosas, o que faz do estado o terceiro maior produtor do Nordeste. Os números comprovam um aumento de 19,2% na produtividade, 9% a mais do que a meta estabelecida pelo Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas