Planejamento do Piritubão deve ser espelhado no Soccer City.

O estádio de Pirituba, que deverá ser construído e é cotado para ser a sede paulista e palco de abertura da Copa do Mundo de 2014, deve se espelhar no Soccer City, de Joanesburgo, segundo o jornal “Folha de S. Paulo”. O estádio sul-africano abriu e fechará o Mundial da África do Sul.

Miguel Bucalem, secretário de planejamento urbano da cidade de São Paulo, foi nomeado pelo prefeito Gilberto Kassb para definir o modelo de negócio para a construção do estádio, de acordo com o jornal.

Em encontro com dirigente da Fifa e técnicos da prefeitura da capital sul-africana, Bucalem verá qual foi o modelo de planejamento utilizado nas obras de construção e modernização dos estádios da Copa 2010. A ida de Bucalem está marcada para o dia cinco de julho e, de acordo com a publicação, será financiada com verba pública.

O gasto sul-africano para a construção das áreas do mundial ficou em torno de R$ 3,1 bilhões, tudo financiado pelos governos municipais e federais. Após a Copa, contudo, os estádios ficarão nas mãos da iniciativa privada, com exceção do estádio Mbombela, palco de quatro partidas.

O Comitê Local já afirmou que não aceitará utilização de dinheiro público na construção do estádio paulista, discurso repetido por Kassab. A solução seria uma parceria público/privada.

Redator: Márcio Ceccarelli

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas