Petrobras anuncia construção de sete sondas por US$ 4,637 bi

Rio de Janeiro, 11 fev (EFE).- A Petrobras anunciou nesta sexta-feira que contratou por US$ 4,637 bilhões a construção de sete navios-sondas no país para a exploração de petróleo em águas profundas que fretará por tempo indefinido.

A companhia informou em comunicado que a licitação para contratar estas plataformas marítimas foi vencida pelo brasileiro Estaleiro Atlântico Sul (EAS), com sede em Pernambuco, e que ofereceu uma redução de US$ 13 milhões em relação à proposta original.

“O preço final de cada sonda ficou em US$ 662,4 bilhões e a previsão é que entrem em operação em 2015”, afirmou a nota da empresa.

O contrato anunciado nesta sexta-feira é o primeiro à licitação lançada em 2009 pela companhia para adquirir ou fretar 28 plataformas para a exploração de petróleo em águas profundas, com a exigência de que sejam construídas no Brasil e com uma percentagem mínima de conteúdo nacional de entre 20% e 50%.

A maior parte das unidades será destinada à exploração do pré-sal.

As áreas até agora concedidas para a exploração no pré-sal têm entre 50 bilhões e 80 bilhões de barris de petróleo, o que representa cinco vezes as atuais reservas comprovadas no país (14 bilhões de barris), segundo previsões oficiais.

Do total de plataformas licitadas, sete são os navios-sondas contratados nesta sexta-feira e as outras 21 podem ser navios-sondas, plataformas semi-submersíveis ou do tipo monocoluna.

A Petrobras adquirirá apenas oito das unidades e fretará permanentemente as 20 restantes aos estaleiros contratados.

Segundo os cálculos da companhia, a construção das primeiras sete plataformas gerará 32 mil postos de trabalho diretos e indiretos nos próximos oito anos, assim como outros 10 mil empregos quando estiverem em operação.

Apesar da licitação para as primeiras sete sondas ter sido vencida pelo EAS, a Petrobras informou que o contrato de frete será assinado com a Sete Brasil, uma empresa a ser criada que assumirá o contrato de construção com o estaleiro.

Esta nova empresa, na qual Petrobras terá uma participação de 10%, será constituída por um fundo de investimentos administrado pela Caixa Econômica Federal.

A companhia petrolífera se comprometeu a pagar um arrendamento diário de entre US$ 430 mil e US$ 475 mil por cada uma das plataformas. EFE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas