Pessuti libera R$ 2 milhões para Hospital Municipal.

Governador e 26 secretários estaduais participam de maratona de assinaturas de convênios em Maringá. Cento e doze prefeituras são beneficiadas

Carla Guedes
carla@odiariomaringa.com.br

O governador Orlando Pessuti (PMDB) assinou, nesta quinta-feira (6), convênio que libera R$ 2,1 milhões para obras no Hospital Municipal de Maringá. O dinheiro será utilizado na reforma do centro cirúrgico, com área de recuperação pós-anestésica; do almoxarifado; da ala industrial e da ala de terapia ocupacional da emergência psiquiátrica. Serão construídos na ala ocupacional uma quadra de esportes e quiosques para atividades externas.

Os recursos foram prometidos há três anos e meio pelo então governador Roberto Requião. “Só agora conseguimos operacionalizar o convênio. O Pessuti nos garantiu que o dinheiro será depositado em tempo hábil para abrirmos licitação até o dia 30 de junho”, disse o secretário da Saúde, Antônio Carlos Nardi.

O dinheiro será utilizado apenas em obras. A compra de equipamentos que vão permitir a oferta dos serviços à população será feita com os R$ 3,54 milhões recebidos pela prefeitura das sobras do orçamento da Câmara de Vereadores no ano passado.

Interiorização

Há 15 anos o governo do Paraná não descentralizava a administração. Maringá foi a segunda cidade a se tornar capital cívica e administrativa do Estado. A primeira foi Ponta Grossa, em 29 de abril. Nas próximas semanas, a interiorização do governo acontecerá em Londrina, Guarapuava, Cascavel e em São José dos Pinhais.

A reunião da Escola de Governo em Maringá ocorreu na manhã de ontem. O Teatro Marista, com capacidade para 900 pessoas, ficou lotado. Para o governador, a interiorização do governo é oportunidade para conversar com a população e os prefeitos da região. “A população sempre nos solicitou que fizéssemos a descentralização para demonstrar o que o governo está fazendo em cada uma das regiões do Paraná.”

Aeroporto

Prefeitos e lideranças de cidades da região vieram a Maringá para acompanhar a agenda de Pessuti. Durante a reunião da Escola de Governo, o prefeito Silvio Barros (PP) pediu ajuda para estruturar o aeroporto, que precisa de equipe do Corpo de Bombeiros especializada em combater incêndios em aeronaves. Sem a ajuda, o aeroporto não consegue receber novos voos previstos para este ano. “Só o governo do Estado pode nos dar solução para o problema.”

À tarde, na Universidade Estadual de Maringá, Pessuti conversou com prefeitos e assinou convênios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas