Parquímetros controlarão Zona Azul

O prefeito Barjas Negri (PSDB) autorizou ontem, 10, a abertura de licitação para instalação de 140 parquímetros na cidade, substituindo os cartões usados na Zona Azul.

De acordo com o titular da Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte), Paulo Prates, o investimento da empresa vencedora do processo deve ser de R$ 3,2 milhões e o prazo de exploração do serviço é de dez anos.

Atualmente, segundo Prates, a venda de cartões de Zona Azul gera cerca de R$ 80 mil por mês. Vencerá o processo licitatório a empresa que oferecer maior percentual de repasse à prefeitura.

Hoje os cartões da Zona Azul, com validade de duas horas, são vendidos por R$ 1,50 em lojas e estabelecimentos comerciais credenciados pela Administração. Depois de preenchidos, com informações como data e horário, devem ser deixados no carro em local visível.

Os parquímetros são equipamentos eletrônicos, que devem ser instalados no meio dos quarteirões. O motorista se dirige até o equipamento, coloca a moeda ou nota e recebe um tíquete, que deverá ser deixado no carro.

A empresa, segundo Prates, ficará responsável pela manutenção de 70 pessoas que farão a orientação das pessoas e o acompanhamento da rotatividade das vagas. Os valores cobrados serão fracionados entre R$ 1 e R$ 2 pelo prazo de 30 minutos a duas horas. (Solange Strozzi)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Pesquise as licitações no seu segmento agora

    Preencha seus dados para concluir a pesquisa

    Confira quantas oportunidades de venda existem no momento.
    Digite nome, e-mail e telefone para ver os resultados.





    Oportunidades de negócio esperando por você

    Aproveite o nosso período de teste gratuito e tenha sucesso no mercado de licitações.

    Licitações e dispensas